Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

27
Jul19

XP contratou Dallagnol e Fux para encontro “privado” com banqueiros sobre eleições

Talis Andrade

 

débora santos.jpg

 

por Fernando Brito

---

Reinaldo Azevedo, com material do The Intercept, revela que a XP Investimentos – aquela que tem Luciano Huck como garoto-propaganda – contratou Deltan Dallagnol e Luís Fux para um “diálogo privado” com “CEOs [presidentes] e tesoureiros dos grandes bancos brasileiros e internacionais”.

A lista? JP Morgan, Morgan Stanley, Barclays, Nomura, Goldman Sachs, Merrill Lynch, Credit Suisse, Deutsche Bank, Citibank, BNP Paribas, Natixis, Societe Generale , Standard Chartered, State Street Macquarie, Capital UBS Toronto, Dominion Bank, Royal Bank of Scotland, Itaú, Bradesco Verde , Santander …

A contratante? Débora Santos, ex-assessora de Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, e mulher do número dois da Procuradoria Geral da República na gestão Rodrigo Janot, Eduardo Pelella. Os dois da foto aí de cima.

O tema? A Lava Jato e as eleições.

Sigilosamente. E, naturalmente, pago.

É uma vergonha, uma nojeira.

Pequeno exemplo:

18:07:42 Débora Esse bate-papo é privado, com compromisso de confidencialidade, onde o convidado fica à vontade para fazer análises e emitir pareceres sobre os temas em um ambiente mais controlado.
18:08:17 Débora Semana passada recebemos o presidente do TSE, ministro Fux, por exemplo e não saiu nenhuma nota na imprensa.
18:09:25 Débora Nem sobre a presença dele na XP.
18:09:43 Débora Assim, já aconteceu com vários personagens importantes do cenário nacional, como você…

E depois Deltan indaga pela remuneração e repassa o contato de sua mulher para a negociação.

É a mais completa prostituição da função pública e do papel do Ministério Público no sistema judiciário.

Leia as postagens de Reinaldo Azevedo aqui e aqui.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub