Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

O CORRESPONDENTE

23
Jun19

Vítima de machismo, Laura Tessler foi cúmplice de Moro

Talis Andrade

milícia curitiba vaza.jpg

Meme Twitter

por Leandro Fortes

---

Laura Tessler poderia ter sido, muito antes dos arquivos do The Intercept Brasil, a voz da Justiça e da grandeza do Ministério Público Federal contra a farsa que condenou o ex-presidente Lula. Mas, ao invés disso, calou-se e aceitou seu destino infeliz.

A procuradora foi limada dos interrogatórios de Lula por ordem de Sérgio Moro - ou alguém tem, ainda, alguma dúvida sobre o poder das sugestões do ex-juiz sobre o frágil e servil Deltan Dallangnol?

laura depoimento lula .jpg

A foto que comprova o afastamento de Laura Tessler

 

O conluio que escanteou Laura foi mais do que somente uma ação incestuosa entre o juiz e o promotor, por si só, um crime passivel de nulidade absoluta do processo contra Lula. 

Foi, também, machismo em estado puro.

Ainda assim, ela se calou. Preferiu se curvar às circunstâncias e se submeter a uma humilhação pessoal e funcional em nome sabe-se lá do quê. 

Juntou-se ao antipanteão onde brilha a chama da juíza Gabriela Hardt, a plagiadora de Moro.

E é pouco provável que, agora, tenha dignidade de vir a público para, ao menos, se desculpar por ter compactuado com uma farsa que destruiu o País apenas para colocar um homem inocente na cadeia.

---

Nota deste correspondente: Laura Tessler não assinou o acordo da Petrobras, que desviou 2 bilhões e 567 milhões para uma fundação considerada secreta pela Gabriela Hardt. Veja que o procurador substituto de Tessler, escolhido a dedo por Sergio Moro,  Roberson Henrique Pozzobon assinou:

ong procurador lava jato .png

Participar como procurador do julgamento do presidente Lula da Silva rendeu, sim, uma boa grana. No dia 30 de janeiro último na Caixa Econômica Federal de Curitiba,  a Petrobras depositou em  uma conta secreta, sem nome, uma rica botija. Confira o valor:

Deltan DD fundão.png

 

Até hoje não apareceu nenhuma autoridade para investigar se gastaram parte dessa fortuna. Óbvio que nenhum procura dor, e não acha. 

Paulo Pimenta apresentou documentos que comprovam a ilegalidade dessa escandalosa e misteriosa fundação, parida para gerir US$ 2,5 bilhões, oriundos de uma suposta multa.

Quem autuou a Petrobras (existe alguma documentação)? Dizem que Tio Sam. Isso é possível? Os Estados Unidos aplicam multas lá no território dele, e não no quintal nosso. 

Segundo o parlamentar, o fundo “é um procedimento totalmente ilegal” e os procuradores envolvidos “cometeram crimes contra o interesse nacional”.

Vide artigo de Paulo Henrique Amorim: Ainda de acordo com o Líder do PT, a criação do fundo foi combinada de forma secreta. “Foi combinado pelo Ministério Público, com uma parte da Petrobras que fez o acordo e com a juíza para fazerem isso escondido, porque sabiam que era criminoso o que estavam fazendo”. Leia mais aqui

moro mente.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub