Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

11
Jul20

Vale-tudo: Lava Jato vaza delação contra Toffoli como represália pela ‘quebra de sigilo’ da operação

Talis Andrade

geuvar moro dallagnol prisao sob vara.jpg

 

 

Nenhum site atacou o STF com mais virulência que o Vortex, criado para espalhar os vazamentos de Sergio Moro e Deltan Dallagnol.

O Vortex destruiu muitas reputações, e era mantido pela gangue da República de Curitiba. Dinheiro das multas da indústria das delações premiadas e acordos de leniência das grandes empresas nacionais destruídas pelos procuradores lavajatistas e espiões estadunindenses. 

Quando o STF vai investigar o Vortex, e auditar as contas bilionárias da Lava Jato? 

Comenta o portal 247: Deltan Dallagnol e a Lava Jato demonstraram contrariedade com a decisão do STF em determinar o compartilhamento de informações da operação com a PGR e partiram para um vale-tudo digno de filmes de máfia: vazaram uma suposta delação contra o presidente da mais alta corte brasileira.

Publica o DCM:

Delação contra Toffoli é vazada para site de assessoria da Lava Jato

Após a decisão de Toffoli de obrigar a Lava Jato a compartilhar dados com a PGR, o site Vortex, assessoria de imprensa da Lava Jato, publicou um suposto vazamento de uma delação contra o presidente do STF.

Com um incrível timing, o site publicou uma matéria com o título “OAS bancou reforma na casa de Toffoli, registra planilha da empreiteira” e outra, “Odebrecht fez pagamentos a Toffoli quando ele era advogado-Geral da União, disse Marcelo Odebrecht à PGR”.

Em outra matéria, o site cita uma suposta “captura política da PGR”.

As matérias foram publicadas poucas horas depois do vazamento da abertura de inquérito contra a irmã do presidente do STF.

 

O site é comandado por Diego Escosteguy, lavajatista que antecipou a condução coercitiva de Lula.

Ele atribui a queda do site ao “tráfego”. 

Paulo Nogueira faz um perfil dos jornalistas financiados pela Lava Jato: 

Diego Escosteguy é o Kim Kataguiri do jornalismo

Diego Escosteguy (...) é o Kim Kataguiri do jornalismo.

É um militante de direita, um cruzado do antipetismo, muito, mas muito mais que jornalista.

Vendo coisas que ele escreveu no Twitter me veio à cabeça outro militante da Globo vestido de jornalista, Erick Bretas, diretor de mídias digitais.

No Facebook, Bretas achou normal, aceitável, bonito até convocar as pessoas para a manifestação contra Dilma de 15 de março. (Transcrevi trechos)

Leia aqui "as sete mentiras da capa de Época sobre Lula, que Escosteguy escreveu. 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub