Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

07
Mar20

Jair Bolsonaro vai aos EUA fechar o acordo dos cassinos que o filho começou, e o embaixador da jogatina Ronaldinho é preso no Paraguai

Talis Andrade

py7m _ultimahora. .jpg

py7m abccolor.jpg

 

Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Roberto de Assis foram detidos e levados para o presídio na noite desta sexta-feira (6), no Paraguai. Os irmãos são investigados por uso de documentação falsa desde a quarta-feira (4) e, até então, estavam sob custódia no quarto de hotel em que estavam hospedados.

Também estão presos o empresário Wilmondes Sousa Lira, por falsificação de documentos, e as donas originais dos passaportes adulterados, María Isabel Gayoso y Esperanza Apolonia Caballero, cumprem prisão domiciliar.

Ronaldinho viajou a convite de Nelson Belotti, que é sócio de Danilo Gamba no Cassino “Il Palazzo”.

Gamba também é sócio da empresa CPA Assessorial Empresarial e chegou a ser recebido para reunião no gabinete do vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB), no dia 7 de agosto de 2019, às 10h30. A pauta da conversa foi de “assessoria empresarial em segurança cibernética”, segundo consta na agenda oficial.

Nelson Belotti é citado em vários processos da operação Lava Jato, do Petrolão a JBS, em operações com doleiro Alberto Youssef.

Ronaldinho e o irmão dizem que foram cumprir compromissos de publicidade no país. O ex-jogador é embaixador da casa de apostas Bectris -, e do governo Jair Bolsonaro.

Brasileiro para entrar no Paraguai não precisa apresentar passaporte. Por que Ronaldinho e irmão possuem documentos comprovando que são paraguaios de nascença?

Talvez Nelson Belotti e Danilo Gamba expliquem melhor. Inclusive a viagem do senador Flávio Bolsonaro a Las Vegas 

Escreve Luis Nassif:

Alguém consegue imaginar Jair Bolsonaro envolvido em qualquer tema politico ou econômico que não haja interesse direto do submundo da economia, do qual ele é representante.

A BBC supôs, usando para Bolsonaro a regra que cabe a todo presidente de país sério, que  se iria encontrar com políticos dos EUA, em sua próxima viagem, só poderia ser para tratar de temas de interesse dos políticos. E toca levantar os temas preferenciais de Rick Scott e Marco Rubio, dois dos políticos com os quais Bolsonaro irá se encontrar. Venezuela? Ceticismo climático?

Recentemente publiquei o “Xadrez de como os cassinos financiaram a ultradireita e negociam com os Bolsonaro”, mostrando como o lobby dos cassinos americanos estava entrando no Brasil através do representante comercial dos Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, negociando com Sheldon Adelson, o cappo maior dos cassinos de Las Vegas.

Vamos conferir agora que são os políticos que se encontrarão com Bolsonaro.

Rubio já foi candidato a candidato à presidência da República pelo Partido Republicano em 2015. Sua participação em um dos debates foi curiosa.

Jed Bush Jr atacou Donald Trump, acusando-o de ter feito doações para sua campanha para governador porque tinha interesse em aprovar o funcionamento dos cassinos na Flórida. Era uma acusação pesada, da qual outros candidatos poderiam se valer para enfraquecer Trump. Mas Rubio calado, e sua assessoria alegou que ele não quis se envolver porque, afinal, os candidatos citados já estavam despencando nas pesquisas.

The Guardian matou a charada. Ambos, Jed Bush e Rubio, disputavam as doações de campanha de Sheldon Adelson, o bilionário que está tratando com Flávio Bolsonaro a abertura dos cassinos no Brasil. Segundo The Guardian, Rubio conseguiu a maior parte das doações de Adelson por ter defendido grande parte de suas demandas, os cassinos e o lobby de Israel. Adelson estaria preparando uma doação multimilionária para a ONG Conservative Solutions Project, pro-Rubio.

Já Rick Scott foi governador da Florida. 13 dias após ter sido eleito, em 2013, ele estava em Las Vegas se encontrando com Sheldon Adelson. Na volta instruiu sua equipe a trabalhar na legislação do cassino.

py7m nacion..jpg

py 7m adn..jpg

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub