Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

22
Out19

Danos do óleo no litoral do Nordeste vão durar décadas, dizem oceanógrafos

Talis Andrade

fotodevictorucha.jpg

 

 

Victor Uchôa
De Salvador para a BBC News Brasil

 

"A contaminação química dura muito mais tempo do que aquilo que a poluição visual pode sugerir."


Essa não é uma afirmação boa de ouvir, quando se trata da mancha de óleo que atinge boa parte do litoral brasileiro desde 30 de agosto, mas é a realidade expressada pela oceanógrafa Mariana Thevenin, uma das articuladoras do grupo de voluntários Guardiões do Litoral, que se formou em Salvador para limpar praias, estuários e manguezais desde que a contaminação chegou à costa da Bahia.


Em um cenário ideal, aponta Thevenin, o derivado de petróleo deveria ter sido barrado antes de chegar à areia e entrar pelos rios. Entretanto, se o óleo já chegou à costa, a limpeza deve ser feita na maior velocidade possível, na tentativa de evitar que ele volte para o mar com o movimento das marés ou que as substâncias tóxicas ali contidas se entranhem nos variados sedimentos costeiros.

 

Ainda assim, não se pode criar ilusões. Mesmo quando, para os olhos, parece limpo, o risco pode seguir oculto por muitos anos.

 

"Essas substâncias contaminam todos os organismos do ambiente e isso facilmente cai na cadeia alimentar. Um pequeno peixe, por exemplo, pode comer algo que esteja contaminado. Isso entra na cadeia até chegar no peixe que consumimos", alerta Thevenin, criadora do perfil Oceano para Leigos, no Instagram.

 

Nos noves Estados do Nordeste, já são 200 localidades atingidas pelo óleo, de acordo com a atualização feita no sábado (19/10) pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).


Oceanógrafos, químicos e autoridades estaduais ouvidos pela BBC News Brasil avaliaram o impacto da movimentação da mancha pela costa do Nordeste, após a chegada à Baía de Todos os Santos, em Salvador.


Até chegar ali, o óleo já havia deixado um rastro tóxico por milhares de quilômetros e atingido os mangues e corais dessa região em uma etapa mais avançada de degradação — um tipo de contaminação que é mais difícil de ser limpa e que permanecerá durante anos no meio ambiente, segundo os especialistas. [Continua]

 

 

30
Out18

Apresentadora de programa de TV de Haddad sofre ataques e racismo na web

Talis Andrade

 

41587289_499536617192528_2850208698406450664_n.jpg

 

 

A jornalista, publicitária e apresentadora de TV baiana Rita Batista, que apresentou na televisão as propagandas de Fernando Haddad à Presidência da República durante o segundo turno das eleições 2018, afirma que foi ameaçada nas redes sociais e sofreu racismo em comentários públicos no Instagram e mensagens privadas. Ela denunciou na rede social o crime, praticado por simpatizantes de Jair Bolsonaro.

 

Em uma postagem feita no final da tarde do domingo de votação, 28, a apresentadora revelou que os comentários já vinham sendo enviados e que um dossiê foi entregue às autoridades policiais para tomar providências. Ela afirma ainda que o fato foi fruto de articulação de um deputado eleito aliado de Bolsonaro.

  

Os nazistas usam ofensas como "lixo", "fedorenta", "feia" e "pé de chinelo". Um safado, de apelido Julio Morbeck Lee, comentou: "este tipo de bosta só podia ser esquerdista". 

 

"Engana-se muito quem acha que a internet é uma 'terra sem lei'", escreveu Rita. "Discordar, debater, ter opinião contrária é da democracia, ofender, destratar, depreciar é para mim, falta de argumento e para a lei, crime. As ameaças de toda ordem, a mim e aos meus, não me acovardam e os pedidos de desculpas no privado não me comovem. O estado democrático de direito é soberano e continuará sendo", concluiu.

 

42369629_303683453550733_5059099623807411608_n.jpg

42004042_328890674537234_6845912359036752261_n.jpg

Vereadora protocola moção de repúdio contra agressões sofridas por Rita Batista

 

A líder da oposição na Câmara Municipal de Salvador, vereadora Marta Rodrigues (PT), protocolou na Casa, nesta terça-feira (30), uma moção de repúdio contra as agressões sofridas pela jornalista Rita Batista nas redes sociais devido a sua participação na campanha do candidato à presidência da República, Fernando Haddad (PT).

 

À imprensa e ao Ministério Público do Estado (MP-BA), Rita revelou sofrer agressões racistas e misóginas, além de ameaças constantes à sua integridade física por meio das redes sociais.

 

“Toda minha solidariedade a Rita, uma mulher digna e integra, que sempre esteve ao lado da democracia e cumpre sua função de jornalista com muito profissionalismo e competência. Rita é a cara da mulher baiana e brasileira, aquela que não foge a luta e que não se esconde diante das ameaças”, declarou a vereadora.

 

Para a petista, as agressões e ameaças a Rita – e as diversas que vem sendo denunciadas no país inteiro – revelam o quanto a eleição de Jair Bolsonaro dá respaldo para a promoção do ódio e da violência por parte de seus eleitores.

 

“É uma realidade que nos preocupa, mas que não nos intimida. Estivemos esse tempo todo nas trincheiras de luta, ao lado da democracia e dos direitos humanos, não vai ser agora que vamos recuar na nossa batalha”, afirmou Marta Rodrigues.

 

"Eu sou Rita Batista"

 

 

Rita Batista, um dos principais rostos e vozes da comunicação, exerce papel importante ao se colocar como uma mulher negra que não abre mão de suas características. Plural e presente em quase todas as plataformas de mídia, esta moça formada em publicidade, mas jornalista por exercício, falou ao Hypeness sobre as dores e delícias do jornalismo.

 

“[A comunicação] Sempre fez parte da minha vida. Eu não me lembro de eu não me comunicando. Eu sempre fui uma criança que me comuniquei muito. Tanto que sempre andei com crianças mais velhas, me impacientava as crianças mais novas, que não acompanhavam meu ritmo, pois eu era de fato uma criança acelerada. Sempre fui.

 

E eu gostava muito da convivência com adultos. Sempre gostei. De adultos, pessoas mais velhas do que eu. Eu acho que tem a ver com a oralidade africana, moradora do subúrbio. A minha identificação foi desde de muito cedo vendo Glória Maria”, destaca.

 

Ao longo de sua carreira Rita, criada em Periperi – bairro do subúrbio ferroviário de Salvador, afirma que o grande objetivo sempre foi conhecer pessoas. Aliás, a pluralidade de vozes é uma das máximas do jornalismo.

 

“Eu digo que eu sou Rita Batista sempre querendo saber quem é você. Então a pessoa que se apresenta desse jeito quer saber das pessoas. Quer conhecer as pessoas. Eu acho que contar histórias faz parte do meu ofício. Nem sempre são histórias boas, bonitas. São histórias de luta, reivindicação. De reclamação de direitos, boa parte das vezes. Mas cada pessoa é de um jeito, cada história tem sempre alguma coisa que nos acrescenta. No fim das contas quem ganha sou eu”, pontua.

 

08
Ago18

ACM Neto solta os cachorros em cima dos professores (video)

Talis Andrade

ACM é mesmo neto de Tonho Malvadeza. Deu uma de Beto Richa. Soltou os cachorros em cima dos professores em greve

professores bahia .jpg

Professores da rede municipal de Salvador foram agredidos pela Guarda Municipal da Prefeitura da capital baiana na manhã desta terça (7) durante protesto na avenida Anita Garibaldi, no bairro Ondina. Em greve há 28 dias, os professores pretendiam ocupar o prédio da Secretaria de Educação e foram impedidos de adentrar o prédio pela Guarda Municipal.

 

Elza Melo, diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), diz que a ação da Guarda Municipal “é prova da truculência do Executivo Municipal de Salvador, liderado pelo prefeito ACM Neto”. Os professores foram recebidos com spray de pimenta, gás lacrimogêneo, balas de borracha e tiveram armas letais apontadas contra suas cabeças”, relata a diretora.

 

Os professores tinham como reivindicação inicial um reajuste salarial de 12,5% e a prefeitura oferecia 2,5%. Os docentes reduziram o pedido para 6,5%. No entanto, segundo a diretora do Sindicato, o prefeito continua impassível e se recusa a receber os docentes: “O prefeito mantém a intransigência e diz que só receberá os professores caso a greve seja encerrada”.

 

Ainda segundo Elza, a postura do prefeito dificulta as negociações pois a categoria tentou negociar com a administração antes de paralisar as atividades: “Enviamos a proposta à Secretaria de Educação em 3 de abril e só entramos em greve apenas em 11 de julho”. Além do reajuste, os professores pedem que a prefeitura reveja o nível dos docentes na carreira: “Estamos há quatro anos sem mobilidade na carreira”, critica a diretora.

 

 

13
Abr18

AS CABEÇAS CORTADAS

Talis Andrade

cabeças cortadas.jpg

 

 

O rei Zambi nas serras

construiu um jardim cercado

O alferes Tiradentes

sonhava a pátria livre

Rábula dos pobres

conselheiro dos retirantes

o profeta Antonio

foi juntando gente

os desesperados

os encurralados

pela ganância dos fazendeiros

herdeiros dos d'Ávila

que mandaram degolar

em um único dia

quatrocentos tapuias

 

Sangrar gritava

Lampião montado

em um cavalo corredor

Sangrar gritava

Lampião a cabeça

exposta em um museu

na cidade de Salvador

 

Nestas terras

de cabeças cortadas

Lamarca fantasiou

uma seara vermelha

Nestas terras

de cabeças cortadas

Lamarca se deparou

com velhos fantasmas

Lamarca se deparou

com velhos camaradas

vagando pelos descampados

 

Não se conta o tempo

as cabeças cortadas

As cabeças são milhares

o sonho um só

Erva daninha

nasce como praga

Erva que cresce

nas covas rasas

Erva do sonho

nunca se acaba

Erva sagrada

regada com sangue

das cabeças cortadas

 

 

 

----

In O Enforcado da Rainha, Talis Andrade, ps. 23/25

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub