Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

27
Jun21

A maldição da burocracia

Talis Andrade

Image

 

A burocracia mimetiza a malvadeza. Abocanha 35% da renda do cidadão e devolve com uma solene banana o que deveria ser serviço público básico

 

por Gustavo Krause

- - -

Em 15/08/19, cena chocante e cruel: um homem de 101 anos, carregado pelos familiares, para fazer prova de vida exigida pelo INSS em uma agência bancária do Itaú, cidade de Porangatu, Goiás. Na época, escrevi um indignado artigo.

Em 16/06/21, a cena se repetiu na Agência do Banco do Brasil, RJ. A idosa Enite Góes, 79 anos, diabética, vítima de AVC e demência foi levada para fazer prova de vida do INSS. Não conseguiu. A cena se repetiu. Com humilhação. Mais indignado, transcrevo o artigo.

“Max Weber, o teórico da burocracia, está dando voltas no túmulo. A concepção degenerou. A burocracia virou um estamento de privilegiados. O mais grave: o burocrata tem visão de mundo e estilo de vida. Onipresente, põe em movimento o ´monstro frio´, chamado Estado.

Existem pais, filhos, políticos, médicos, jogadores, advogados etc..e até amante burocrata que não dá a segunda, prefere uma cópia autenticada da primeira. Burocrata não pensa, repete; não cria, copia; não discute, obedece; não reflete, aquiesce. São sádicos e necrófilos.

Sádico, sente gozo inebriante quando diz ao suplicante: “Volte amanhã, o expediente encerrou”.

Em 16/06/21, a cena se repetiu na Agência do Banco do Brasil, RJ. A idosa Enite Góes, 79 anos, diabética, vítima de AVC e demência foi levada para fazer prova de vida do INSS. Não conseguiu. A cena se repetiu. Com humilhação. Mais indignado, transcrevo o artigo.

“Max Weber, o teórico da burocracia, está dando voltas no túmulo. A concepção degenerou. A burocracia virou um estamento de privilegiados. O mais grave: o burocrata tem visão de mundo e estilo de vida. Onipresente, põe em movimento o ´monstro frio´, chamado Estado.

Existem pais, filhos, políticos, médicos, jogadores, advogados etc..e até amante burocrata que não dá a segunda, prefere uma cópia autenticada da primeira. Burocrata não pensa, repete; não cria, copia; não discute, obedece; não reflete, aquiesce. São sádicos e necrófilos.

Sádico, sente gozo inebriante quando diz ao suplicante: “Volte amanhã, o expediente encerrou”.

Protegido, covardemente, pela máquina perversa, o burocrata stalinista sacrificou milhões de soviéticos; o burocrata hitlerista, genocida, assassinou corpo e alma de milhões de judeus. No Tribunal de Nuremberg, o silêncio de Rudolf Hoess, monstro de Auschiwtz, é revelador: supliciar prisioneiros e acionar as câmeras de gás eram tarefas triviais para o funcionário exemplar, definidas por Hannah Arendt como a “banalidade do mal”.

Pois bem, a burocracia brasileira mimetiza a malvadeza. Persegue o cidadão brasileiro do berço (registro de nascimento) ao túmulo (atestado de óbito). Com eficiência digital, enfia a mão no bolso do contribuinte, ao longo de cinco meses, e abocanha mais de 35% da renda suada e devolve com uma solene banana o que deveria ser o serviço público básico. Que se danem o custo Brasil e ambiente de negócios favorável ao investimento.

Cabe, por justiça, uma palavra de reconhecimento ao notável Hélio Beltrão (Ministro da Desburocratização, 1979-1983), um D. Quixote da causa, cujos avanços obtidos foram destruídos pelos poderosos propinodutos”.

Atenção: atualmente, salsichas, jabutis, bodes e boiadas – recheios das leis – asseguram privilégios da casta e dos poderosos lobbies. Será tema do próximo artigo.

Segurados do INSS têm até dia 28 para comprovar que estão vivos

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub