Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

01
Dez21

O soldado escravocrata e o fim da PM

Talis Andrade

desfile militar por gilmar.jpeg

 

Por José Pessoa de Araújo

Um soldado de polícia
Em plena atividade
Prendeu um homem suspeito
Sem dó, sem piedade
Amarrou à sua moto
E desfilou pela cidade

Foi uma cena macabra
Que aqui nunca se viu
Situação parecida
Aconteceu no Brasil
Na época da escravidão
Por senhor de escravo vil

Na cidade de São Paulo
A mais rica da Nação
O crime foi cometido
Sem nenhuma explicação
Era um negro torturado
Arrastado pelo chão

Esse cidadão fardado
Que se acha importante
Merece um grande castigo
Por crime repugnante
Por ser agente da lei
Não merece atenuante

Na época da ditadura
Isso sempre acontecia
Só que era no porão                                                                                                                        de uma delegacia
Hoje se faz em via pública
Na claridade do dia

Esse soldado racista
De ninguém tem o respeito
Foi um crime hediondo
Ele não tem o direito
De fazer essa barbárie
Foi um puro preconceito

Esse soldado merece uma pena exemplar
Ser expulso da polícia
E o seu crime pagar
É  um ser tão desprezível
Temos que o isolar

Com certeza esse soldado
É um desequilibrado
Segue um tal capitão
Que vive encastelado
Na capital federal
Que pelo povo é detestado

Uma polícia fascista
Que já não tem serventia
Trata o pobre no cacete
Protege a burguesia
Por mim seria extinta
Pra acabar com a tirania 

A Polícia Militar
Precisa ser extinguida
Com tanta atrocidade
Não vejo outra saída
Concordo com o PCO
Ela tem que ser banida

13
Ago21

Reinaldo Azevedo sugere que defesa de Jefferson alegue demência para libertá-lo

Talis Andrade

Image

Reinaldo Azevedo no Twitter
 
 
Reinaldo Azevedo
“Ah, prender só piora tudo”. Mesmo? Então deixem os criminosos soltos, impunes, incitando e organizando as milícias contra a ordem democrática. Tudo em nome da democracia. Esse debate é do século passado. Não. É mais antigo, acho. Remonta a Platão e à democracia da época, q não
fascistoides de várias extrações e estratos anunciam, com desassombro, q se preparam para tomar o poder na porrada e incitam a turba a segui-los. “Ah, ñ vai acontecer”. Pode ser q não. Mas qtos corpos estão dispostos a produzir? Então em nome dos meus princípios devo permitir que
me matem em nome dos princípios deles — ou da falta de princípios? Não se trata de um paradoxo sem resposta. Há os comportamentos definidos como crimes pela ordem democrática. A liberdade de expressão é um direito, não uma arma para eliminar o inimigo. Ponto!Image
Em que democracia da Terra um sujeito q é conviva do presidente da República grava um vídeo armado até os dentes, anunciando estar pronto para a luta contra a corte suprema do país? Liberdade de expressão? Bom, se é, então esse comportamento pode ser generalizado. Pode?
O vídeo q Jefferson gravou antes de ser preso explica p q está mais p/ uma jaula do q para um presídio. E há ainda quem questione os motivos, mesmo fora da Bozolândia. Liberdade de expressão é diferente de crime. Garantismo não é imunidade. Bolsonaro se criou nesse vale-tudo.
Aras, q processa o colunista Conrado Hübner Mendes, opor-se à prisão de Jefferson em nome da liberdade de expressão ñ expõe critério jurídico; expõe caráter. As 2 coisas são patéticas, vergonhosas, vexaminosas. Quo usque tandem abutere, Augustus, patientia nostra?

Miguilim passando no seu feed pra desejar uma feliz sexta-feira 13. Menos pro Roberto Jefferson.Image
 
O PCO, que é, moralmente falando, o bolsonarismo de esquerda, saiu em defesa de Jefferson, atacando Moraes. Escória política! O PCO só tem uma diferença com Bolsonaro. O Bozo, de fato, mobiliza uma seita de muitos milhares e tem milhões de votos. O PCO tbem junta lunáticos, mas ñ
mais do q meia-dúzia e ñ elege um vereador. Esses caras tbem defendem o armamento da população, mas “pela revolução”. No dia em q um deles gravar vídeo de arma na mão, ameaçando o STF, defendo cana tbem. Revolucionários? Com grana do Fundo Partidário? Burgueses do capital alheio!Image
O senador Vieira recorreu ao STF p/ q Bolsonaro seja instado a apresentar provas do q diz. O relator é Toffoli. Ministro enviou petição a Aras no dia 27. Procurador-geral ficou mudo. Ontem, ministro acusou o silêncio e cobrou manifestação. No caso de Jefferson, a
mesma coisa: a PF pediu a prisão preventiva, apresentando os elementos fáticos. Alexandre de Moraes encaminhou questão p/ Aras. Mais uma omissão. Mais um silêncio. PGR ñ examinou caso e preferiu soltar nota em defesa da “liberdade de expressão”. Proselitismo vagabundo!Image
INICIO UMA CAMPANHA! CONTRA A SOLIDÃO DE ROBERTO JEFFERSON!
Esse idealista não pode ficar sozinho na cadeia!
Merece a companhia de muitos outros criminosos da sua estirpe!
 
Image
Uma dica aos advogados de Jefferson: alegação de demência. Quem sabe cola..
11
Mai21

Coletivo João Cândido: 'Chacina do Jacarezinho é prática regular das forças repressivas'

Talis Andrade

Operação no Jacarezinho foi 2ª maior chacina no RJ, diz ONG Fogo Cruzado -  Amambai Notícias

 

por Juca Simonard

- - -

“A gente precisa se organizar para lutar pelo direito de autodefesa das comunidades pobres”, afirmou o coordenador do coletivo de negros João Cândido e dirigente do PCO, Juliano Lopes, durante ato em São Paulo, no sábado, 8, contra a Chacina do Jacarezinho.

“A comunidade e o povo trabalhador tem o direito legítimo e democrático de reagir à altura diante dos ataques cometidos pela polícia”, emendou. “Nesse sentido, toda a reação violenta é legítima contra os órgãos de repressão que estão matando a população pobre nos becos, nas favelas e nas ruas”.

A declaração destoou do restante das organizações de esquerda que estiveram presentes no ato. Na maioria dos casos, além de importantes denúncias que foram feitas, os movimentos e partidos presentes faziam apelos emocionais, como “parem de nos matar”, ou imitavam a luta nos Estados Unidos, com “vidas negras importam”. 

Os gritos revelam que boa parte da esquerda carece de um programa para combater a política, cada vez mais recorrente, de chacina da classe operária brasileira, de maioria negra. Os que têm alguma reivindicação, pedem “justiça” e a “desmilitarização” da Polícia Militar.Não tem outro nome que não seja chacina', diz jornalista sobre mortes no  Jacarezinho - Ponte Jornalismo

Ilusões na "Justiça"

No primeiro caso, Juliano Lopes tratou de esclarecer o problema: “A Justiça é o Sergio Moro. A Justiça arquivou os processos do Carandiru, vai arquivar os de Osasco, vai arquivar os da Candelária. O policial que mais mata é promovido”.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub