Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

04
Nov20

Justiça à brasileira: A culpa do estupro é da vítima (vídeos)

Talis Andrade

ferrer mariana.jpg

O SEGUNDO ESTUPRO DE MARIANA FERRER

 

Internautas manifestaram indignação nas redes sociais com a decisão do juiz Rudson Marcos, da 3ª Vara Criminal de Florianópolis, após o magistrado absolver o empresário André de Camargo Aranha, de 43 anos, acusado de estuprar a blogueira Mariana Ferrer, de 22 anos, no tradicional clube da capital catarinense Cafe de La Musique. No processo, o Ministério Público do Estado (MPSC) alegou “falta de provas”.

O advogado do criminoso, Cláudio Gastão da Rosa Filho humilhou a vítima. Vociferou o defensor de bandidos ricos para Mariana Ferrer: “Tu vive disso? Esse é teu criadouro, né, Mariana, a verdade é essa, né? É teu ganha pão a desgraça dos outros? Manipular essa história de virgem?”.Image

 

"'Estupro culposo' nunca vai existir. Torturadores de mulheres, todos que concordam com isso", escreveu a cantora Zélia Duncan no Twitter.

"Não existe estupro sem intenção!!! Isso é um absurdo", protestou o youtuber Felipe Neto na rede social.

Segundo o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, "o sistema de Justiça deve ser instrumento de acolhimento, jamais de tortura e humilhação".

"O Brasil é 5º país que mais mata suas mulheres no mundo", destacou a líder indígena Sônia Guajajara na rede social. "Uma mulher é estuprada a cada 8 minutos", disse. "Não existe estupro culposo. Justiça para Mari Ferrer!".

Na mesma rede social, o perfil do Jornalistas Livres afirmou que a "justiça inventou um crime para livrar o estuprador branco e rico".

De acordo com a jornalista Marielle Ramires, que também é ativista, "uma decisão assim promove um novo estupro da vítima". "Toda solidariedade a Mari Ferrer".

O perfil 'Conecto pessoas através de livros na @winnieteca' afirmou que "a ideia de estupro culposo é mais uma forma de perversão do direito e de manutenção de hierarquias de poder".Image

Ana Júlia 13013
@najuliaribeiro
Toda solidariedade a Mari Ferrer! A justiça considerou que o estuprador não tinha como saber que ela estava inconsciente. Queremos #justicapormariferrer, NÃO EXISTE ESTUPRO CULPOSO!Image
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub