Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

29
Nov18

A misteriosa malinha de Olavo de Carvalho

Talis Andrade

Bolsonaro, um presidente sob domínio mental de um tarado e chefe de seita

 
 

cabritas olavo.png

por Carlos Velasco

A partir do momento que comecei a acompanhar Olavo de Carvalho pelas redes sociais, o que era muito diverso de ler artigos escritos com cuidado e ouvir esporadicamente programas de rádio voltados para um público mais vulgar, comecei a notar certos padrões perturbadores. A sua obsessão pelo ânus e por falos, com destaque para os africanos, tudo isso recheado de histórias bizarras envolvendo experiências grotescas e uma necessidade doentia de simular virilidade e inventar histórias de bravura altamente suspeitas, acabou depois por fazer sentido, já quando tomei contacto com relatos de pessoas que com ele conviveram, histórias que, na sua maior parte, omiti do público por pudor. Mas ainda assim deixei escapar algumas coisas, como a existência da "malinha secreta": 

A misteriosa malinha do "filósofo"


 
Hoje fui bloqueado na rede social facebook devido a uma campanha de denúncias em massa promovida pelos fanáticos do guru de Jair Bolsonaro, mas fiquei a saber que o chefe de seita atacou o ex-presidente Luís Inácio da Silva, do qual fui sempre um opositor (digo isso para que os recém-chegados não se enganem a meu respeito), a propósito de uma pergunta que atiçou as suas taras, respondendo à questão sobre o seu posicionamento a respeito da educação sexual acusando o ex-presidente de violar cabritas. Até hoje não soube de nenhum caso de zoofilia envolvendo Olavo de Carvalho (apenas de sacrifícios de gatos e galinhas de Angola em rituais de magia negra), mas aqui o duplo padrão de avaliação dele volta a ser exposto, afinal, Lula já foi presidente, portanto, já não entra na equação, mas o futuro presidente admitiu em público que estuprou galinhas, entre outras coisas que, ao menos para mim, são bastante invulgares e desqualificam qualquer um para um cargo de tal importância
 
 

  

bolsonaro trump.jpg

 

Ainda é tempo para se evitar o pior. Como já afirmei, bastará um teste de QI para se provar que o futuro presidente padece de um ligeiro retardamento, e a sua saúde física também não o habilita a um cargo tão exigente. Parafraseando o mote da campanha do atrasado: é melhor "jairem" pensando num plano B...

 

15
Jan18

É necessário reafirmar os direitos fundamentais da pessoa humana para construir um novo clima de paz

Talis Andrade

Papa Francisco julga a Declaração Universal dos Direitos Humanos, sancionada há setenta anos pelas Nações Unidas, um documento ainda hoje «importante» porque atesta e ratifica uma série de princípios «enunciados para abater os muros de separação que dividem a família humana e favorecer o que a doutrina social da Igreja define como desenvolvimento humano integral»

 

Nesta luz o Papa — não sem ter constatado a interpretação deturpada de alguns destes direitos, imposta através de uma verdadeira «colonização ideológica» — denunciou a sua violação em vários âmbitos: a começar pelo da vida (com um acento particular ao drama das crianças não nascidas), da liberdade, da inviolabilidade e da saúde da pessoa. Depois, com um olhar preocupado Francisco enumerou as trágicas situações de conflito que inflamam os quatro recantos do planeta, insistindo acima de tudo sobre o estreito vínculo entre desarmamento e desenvolvimento integral. E reiterando que as controvérsias não devem ser resolvidas com o recurso às armas, mas através da negociação e do diálogo, desejados pelo Pontífice para resolver as contraposições que minam a convivência na península coreana, na Síria, no Iémen, no Afeganistão, na Terra Santa e em todo o Médio Oriente, ou multiplicam injustiças e sofrimentos na Venezuela, na África, na Ucrânia.

 

No amplo discurso do Papa houve espaço também para o tema da família, para a questão dos migrantes — com o convite a deixar de lado instrumentalizações e «temores ancestrais» para se abrir ao acolhimento e à integração — e para a emergência do trabalho. Finalmente, Francisco fez um apelo à liberdade de religião: um direito «frequentemente menosprezado» ou instrumentalizado «para justificar ideologicamente novas formas de extremismo».

Discurso do Papa aqui

 

23
Set17

Cúpula da Pedra em Jerusalém

Talis Andrade

 

 

 

 

jerusalem 1.jpg

israel 2.jpg

dome-of-the-rock jerusalem.jpg

dome-of-the-rock-2.jpg

 

 


Em Jerusalém uma pedra

 

Dos judeus a convicção
a criação do mundo
a partir de uma pedra

 

A pedra que estava Abraão
quando falou com Deus
A pedra de onde Maomé
ascendeu ao céu
para rezar com Deus

 

Em Jerusalém uma pedra
divide duas religiões
em uma guerra santa

 

Em Jerusalém uma pedra

 

 

---

Poesia do livro inédito O Judeu Errante. 

Leia mais poesia de Talis Andrade in Palavras de Ateop, editado por Rafael Rocha,

jornalista, poeta e romancista

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub