Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

04
Jul17

A baleia azul e o racismo

Talis Andrade

Belas adolescentes brancas se entregam

a um jovem negro para morrer

 

Cantanhede chefe curador da baleia.jpg

 

 

As polícias dos estados do Maranhão e do Pará informam oficialmente a prisão do curador no Brasil e vários países, inclusive Portugal, do jogo da baleia azul.

 

O comandante chefe um jovem de 19 anos, pobre, semi-analfabeto, quilombola (residente em comunidade de ex-escravos negros) em Bequimão - Ma, uma pequena cidade rural, originária de uma aldeia indígena, com apenas 20 mil habitantes.

 

Logo aparecem crianças e adolescentes que se dizem vítimas. Sempre crianças que temem revelar um estupro, um incesto. Ou adolescentes que escondem a perda da virgindade (que continua um tabu nas pequenas e atrasadas cidades como Bequimão), uma curra, uma gravidez com aborto. O bullying. O racismo. 

 

Nas mãos de um polícia que mata jovens negros, Jardson Cantanhede Amorim vai sentir na pele a flagelação dos 50 exercícios do jogo mortal. 

 

 

04
Jul17

Polícia brasileira prende o curador do Baleia Azul

Talis Andrade

Cantanhede chefe curador da baleia.jpg

 

catanhede chefe baleia azul.jpg

 

 

 

Precisou muita gente. Foi uma gastança de tempo e dinheiro jamais vista nas redondezas dos Brazis de Dentro.


Bote gente na caça para o bote final no grande chefe comandante curador do jogo da baleia azul.

 

Policiais civis e militares dos estados do Maranhão e Pará tiveram que vasculhar uma
área de 768,957 km².

 

Deu uma trabalheira enorme achar o grande chefe do jogo. Foi como procurar uma agulha no palheiro.


Já imaginou. A densidade de um habitante por 26,45 km2

 

Foi muita andeira. Muitas horas de carro.

 

Nem a inteligência policial sabia da existência de Bequimão. Bequimão é um município brasileiro do estado do Maranhão. Com uma população estimada de 23.840 habitantes.

 

É lá que residia o estudante maranhense Jardson Cantanhede Amorim, 19 anos, um monoglota analfabeto chefe do baleia azul em vários países do terceiro mundo. Que não existe o jogo em países do primeiro mundo.

 

Catanhede é um camponês, trabalhador de enxada, e jamais saiu da pequenina cidade rural que reside, e nem sequer conhece o mar. 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub