Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

O CORRESPONDENTE

11
Set22

Paraquedista ferido após queda em Copacabana segue estável

Talis Andrade

Image

 

Militares faziam treino para apresentação durante o 7 de setembro; Comando Militar do Leste fala que ocorrência foi ‘pontual’, causada por ‘evento meteorológico ocasional’; presidente Bolsonaro não visitou os feridos hospitalizados

 

por Pedro Medeiros /O Dia

- - -

Os três paraquedistas caíram durante a tarde. Eles carregavam uma bandeira preta com brasão do exército e paraquedas nas cores do Brasil

 

Image

Rio - Um dos militares acidentados durante treinamento na Zona Sul do Rio para a demonstração em homenagem aos 200 anos da Independência segue internado com quadro de saúde estável. Segundo o Corpo de Bombeiros, há relato de salvamento de mais um paraquedista que caiu no telhado de um edifício, em Ipanema.

O primeiro acidente foi registrado às 15h25 nas proximidades da Rua Raul Pompeia com a Rua Souza Lima, em Copacabana, Zona Sul carioca. De acordo com o Corpo de Bombeiros, Izaquiel Luiz, 35, teve ferimentos graves e foi levado para o Hospital Municipal Miguel Couto. Posteriormente, a Secretaria Municipal de Saúde informou que o militar foi transferido para o Hospital de Força Aérea do Galeão, na Zona Norte do Rio. O quadro de saúde é considerado estável, informou a unidade.

Três paraquedistas do Exército Brasileiro caíram em Copacabana e Ipanema, na Zona Sul do Rio, nesta terça-feira (6). Um deles ficou preso em cima de uma árvore.

Crédito: Rede Social#ODia pic.twitter.com/HpPiOPqIaY

— Jornal O Dia (@jornalodia) September 6, 2022

Às 16h, os Bombeiros foram acionados para resgatar outro ferido, identificado como Roberto Pereira, de 40 anos, suboficial da Aeronáutica, que caiu em cima de um telhado de um imóvel na Rua Antônio Parreiras, altura do número 60, em Ipanema. De acordo com os Bombeiros, o paraquedista Pereira recusou o atendimento e embarcou em uma ambulância do Exército. Não há informações sobre o seu estado de saúde.

Já a terceira vítima, ainda não identificada, caiu no meio da Rua Francisco Sá, em Copacabana, e não se feriu.

O universitário Alexandre Nobre, 26 anos, que passava pelo local, contou que presenciou a queda. "Eu estava indo para academia e de repente ele caiu no meio da rua. Por sorte o trânsito estava lento na hora e ele caiu bem na frente de um táxi. Logo as pessoas foram ajudar e ele se levantou e saiu da rua sem muita dificuldade", disse.

Os três paraquedistas carregavam uma bandeira preta com brasão do Exército e paraquedas nas cores do Brasil. Em nota, o Comando Militar do Leste informou que militares são atletas de alto nível e que caso foi causado por "evento meteorológico ocasional".Image

"A Equipe de Salto Livre do Exército Brasileiro, os Cometas, e a Equipe Salto Livre da Força Aérea Brasileira, os Falcões realizaram, na tarde de hoje (6), treinamento para demonstração em homenagem aos 200 anos da Independência. Alguns militares pousaram fora do local previsto por conta de rajadas de vento, evento meteorológico ocasional. A ocorrência é pontual, não existe registro histórico. Ressalta-se que as equipes são compostas por atletas de alto nível e participam de competições nacionais e internacionais com resultados expressivos", disse o CML.

Image

10
Set22

Paraquedistas ficam feridos após queda em Copacabana e Ipanema; VÍDEO

Talis Andrade

Paraquedista fica ferido — Foto: Reprodução

 

Por Alice Portes, TV Globo

- - - 

 

Dois homens ficaram feridos após cair de paraquedas, na tarde desta terça-feira (6), em Copacabana e Ipanema, na Zona Sul do Rio. O Corpo de Bombeiros confirmou que foi acionado para as duas ocorrências.

De acordo com o Comando Militar do Leste, os dois homens são militares que estavam realizando um treinamento para o desfile de 7 de setembro nesta quarta. Um outro paraquedista militar também foi filmado quando desceu na Rua Francisco Sá, em Copacabana. Ele não teve ferimentos.

Bombeiros e policiais militares do 19° BPM (Copacabana) foram chamados para confirmar a informação de que um paraquedista teria saído da rota do seu voo e caído em uma árvore, na Raul Pompeia, em Copacabana.

Os militares encontraram no local um homem ferido caído ao solo. A área foi isolada pelos policiais. Os bombeiros foram chamados para o acidente em Copacabana às 15h25, de acordo com o comando da unidade. Pouco depois, às 16h, os bombeiros foram chamados para outro acidente em Ipanema.

Em nota, o Comando Militar do Leste informou que, "alguns militares pousaram fora do local previsto por conta de rajadas de vento".

 

Vítimas

 

O paraquedista que caiu em Copacabana é Izaquiel Luiz, de 35 anos. Ele foi levado para o Hospital Miguel Couto, no Leblon. Segundo a direção do hospital, ele apresenta quadro de saúde estável.

Na Rua Antônio Parreiras, em Ipanema os bombeiros encontraram o suboficial da Aeronáutica, Roberto Pereira, de 40 anos. Ele caiu no telhado de um imóvel do bairro.

Os bombeiros informaram que o paraquedista Pereira recusou o atendimento e embarcou em uma ambulância do Exército. Não há informações sobre o seu estado de saúde.

Além dos dois feridos, outro paraquedista militar, que não teve a identidade revelada, também acabou descendo fora do local indicado. Ele foi filmado quando caiu na Rua Francisco Sá, em Copacabana. Ele não teve ferimentos.

Segundo o Centro de Operações Rio (COR), a Rua Antônio Parreiras, em Ipanema foi interditada para atuação dos Bombeiros. Equipes da CET-Rio atuaram no local. Durante o atendimento, o trânsito no local foi desviado para a Rua Piragibe Frota Aguiar.

 

 

Jair Bolsonaro, um presidente antissocial, que jamais visitou uma vítima de Covid, que considera heróis os que promovem chacinas, os homicidas de jovens favelados, pobres, negros.

Bem define a personalidade de Bolsonaro a falta de empatia com o próximo. 

Caíram os paraquedistas da festa dele, Bolsonaro, do 7 de Setembro em Copacabana. Bolsonaro não foi visitá-los no hospital. Preferiu tomar banho de mar

O presidente e candidato à reeleição Jair Bolsoanro (PL) entrou na Praia de Fora, na Urca, para um banho de mar, nessa quarta-feira (08), após discursar para seus apoiadores, na zona sul do Rio. O acesso ao local é controlado pelo Exército. O mergulho de Bolsonaro foi gravado pelo senador Flávio Bolsonaro (PL), um dos filhos do mandatário, que postou em suas redes sociais.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub