Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

O CORRESPONDENTE

24
Abr22

Após polêmica, cabeleireiro desfila como 'governante fascista' em ala da Gaviões da Fiel com integrantes vestidos de militares

Talis Andrade

Cabeleireiro representa governante fascista — Foto: Marina Pinhoni/g1

 Foto: Marina Pinhoni/g1

 

Por g1 SP

Após ter dito que desfilaria pela Gaviões da Fiel representando o presidente Jair Bolsonaro gay, o cabeleireiro Neandro Ferreira entrou no Anhembi na madrugada deste sábado (24) representando um "governante fascista" em uma ala com integrantes vestidos de militares. Ele usava terno e uma faixa amarela e azul.

Ao g1, Neandro explicou que a Gaviões o convidou para representar um "governante fascista" no desfile, mas que não seria nenhuma pessoa específica. "Ninguém falou que eu ia vir de Bolsonaro, falavam só que eu ia vir de um governante, um presidente fascista, que poderia ser qualquer presidente", disse o cabeleireiro.

 

No entanto, ele, por conta própria, assumiu que este governante seria o Bolsonaro e começou a fazer piadas sobre o assunto. "Aí eu comecei a brincar, vou dar pinta de gay, vou vir sambando, vai ser engraçado". O cabeleireiro também afirmou que este seria seu papel no desfile em entrevistas para a imprensa.

Após o desfile, Neandro disse que "faltou o povo gritar fora Bolsonaro pra ele".

"Não imaginei que teria tanta polêmica eu vir fantasiado de presidente. Mas o que fizemos foi um desfile de protesto por um Brasil melhor e mais moderno. Contra todos os preconceitos. Faltou só o público gritar 'fora Bolsonaro' pra mim. Achei que isso fosse acontecer".

 
Cabeleireiro chega à dispersão da Gaviões — Foto: Gustavo Petró/g1

Cabeleireiro chega à dispersão da Gaviões — Foto: Gustavo Petró/g1

Cabeleireiro representa um 'governante fascista' — Foto: Marina Pinhoni/g1

Cabeleireiro representa um 'governante fascista' — Foto: Marina Pinhoni/g1

 
Cabeleireiro representa governante fascista em desfile da Gaviões — Foto: Cíntia Acayaba/g1

Cabeleireiro representa governante fascista em desfile da Gaviões — Foto: Cíntia Acayaba/g1

 

Após a repercussão do caso, o cabeleireiro disse que recebeu todo o suporte da escola, e contou que está sofrendo ataques na internet. "Fui atacado tanto pela comunidade LGBT, que estão falando que eu usei o gay para ridicularizar o presidente, que ser gay não é pejorativo. E tem ainda o outro lado, os machões bolsonaristas".

Neandro contou que está cuidando da sua segurança, mas que seu objetivo agora é se divertir no carnaval após dois anos sem festas por causa da pandemia.

"O foco é só coisas boas, mas no momento estou quase um Judas, prestes a ser malhado", brincou Neandro.

 

24
Abr22

Escola de samba faz Bolsonaro tomar vacina e virar jacaré

Talis Andrade
 

O desfile da Rosas de Ouro na manhã deste domingo (24) transformou um personagem que representava o presidente Jair Bolsonaro num jacaré depois que ele recebeu uma dose de vacina.

Sexta escola a entrar na avenida no segundo dia de desfiles do Grupo Especial de São Paulo, a Rosas de Ouro trouxe um enredo que falou sobre rituais e caminhos para curar todos os males por meio da fé, da magia, da ciência e, claro, do samba.

Em dezembro de 2020, Bolsonaro disse que não tomaria vacina e que, se a pessoa optasse por tomar e virasse um jacaré, o problema seria dela. À época, Bolsonaro se referiu a uma cláusula da Pfizer de que não se responsabilizaria por eventual efeito colateral da vacina.

 

 

E na Pfizer [contrato da Pfizer] tem lá: nós [Pfizer] não nos responsabilizados. Se eu virar um chi, se eu virar um jacaré, se você virar super homem, se nascer barba em alguma mulher, ou algum homem começar a falar fino... e o que é pior: mexer no sistema imunológico das pessoas", falou Bolsonaro.
Durante a CPI da Covid, em 2021, o Governo Bolsonaro foi acusado de ignorar e-mails da Pfizer por três meses. Em julho de 2021, Bolsonaro disse que sua fala sobre a vacinação contra a covid-19 foi uma hipérbole. “Podia virar bambi também, hipopótamo, elefante”, se defendeu na ocasião.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub