Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

27
Jun22

Elba Ramalho se irrita com “Fora Bolsonaro”, diz que seu show não é “comício” e escuta do público: "olê, olê, olá, Lula” (vídeo)

Talis Andrade

Image

Cantora recentemente culpou “comunistas” pela Covid-19

 

 

247 - Elba Ramalho se revoltou e resolveu “ dar bronca" no público que se manifestava aos gritos de "Fora Bolsonaro"em Salvador. "Não quero fazer política, isso aqui não é comício", afirmou.

A cantora puxou uma canção, que aconteceria com a exibição de um vídeo. Enquanto a transmissão carregava, o público voltou a se expressar politicamente. Desta vez, cantando "Olê, olê, olá, Lula!"

Elba Ramalho ficou calada e afirmou estar "esperando". "A plateia está se manifestando. Como a gente vive em um país democrático, tem que deixar. Cada um tem o presidente que merece", afirmou.Image

Em 2021, a cantora foi duramente criticada por culpar os “comunistas por criarem a pandemia” e revelar, aos risos, no programa Encontro que transmitiu Covid para um fã.

Os cantores sertanejos faturam adoidado o dinheiro das prefeituras. Dinheiro encantado.

Tem cantor meeiro. Os cinquenta por cento da verba de cantorias ficam com sua excelência o prefeito e sua corte dos comem calados. 

Os comem cantando repetem a mesma música besterol nas prefeituras falidas.

E necas de pitibiribas pro povo descalço e desempregado e com fome. 

Este Brasil safado de Bolsonaro precisa acabar: O Brasil miliciano e das mordomias militares. 

 

28
Jul21

Delinquência intelectual e política

Talis Andrade

 

Image

Reinaldo Azevedo no Twitter
 
A delinquência intelectual e política da Secom atinge o paroxismo com suposta homenagem aos agricultores. Parabéns, Fabio Faria: está se candidatando a chefe do espírito miliciano qdo Bolsonaro naufragar. Que destino, hein? Sei, tudo parece dar certo por enquanto, né? Tudo errado
- estimula a q se resolvam a bala questões agrárias;
- associa alimento, que é vida, à morte: é um governo tarado pela morte;
- associa a produção a negacionismo, misturando domínios;
- ignora q milhões hj passam fome no Brasil;
- a inflação de alimentos leva hj ao menor consumo de carne em 25 anos.
- não é exaltação da produção, mas o símbolo de um governo essencialmente miliciano. E aí, doutor Augusto Aras? É liberdade de expressão? O próximo corpo q se produzir na guerra promovida por grileiros deve ser despachado para a PGR. Deixem o caixão no saguão

agricultor genildo.jpg

@reinaldoazevedo
Funeral de um Lavrador. Trecho do poema “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto — q nem era de esquerda, note-se —, com música de Chico Buarque. Elba Ramalho - 08- Funeral de um Lavrador - 2015
 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub