Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

O CORRESPONDENTE

10
Set23

Presidente da Federação Espanhola de Futebol renuncia ao cargo após beijo forçado em jogadora

Talis Andrade

Luis Rubiales beija à força Jenni Hermoso na final da Copa do Mundo feminina, vencida pela Espanha — Foto: Hannah Mckay/Reuters e Reprodução

Luis Rubiales beija à força Jenni Hermoso na final da Copa do Mundo feminina, vencida pela Espanha — Foto: Hannah Mckay/Reuters 

 

Ele já estava suspenso provisoriamente pela Fifa e pelo governo espanhol.

Rubiales deu um beijo à força na atacante Jenni Hermoso, da Espanha, após a final da Copa do Mundo feminina, vencida pelo país. O gesto gerou fortes críticas e repercussões negativas. O primeiro-ministro espanhol condenou a atitude, que duas de suas ministras chamaram de violência sexual.

A jogadora Jenni Hermoso se pronunciou sobre o beijo em 23 de agosto pela primeira vez desde que o caso se tornou polêmico. Através de um sindicato a que pertence, Hermoso disse que condena o ato e vai exigir "medidas exemplares".

Foi a primeira vez que Hermoso falou desde que voltou à Espanha, na segunda-feira (21). Havia bastante dúvida sobre sua posição.

Em um primeiro momento, ela reclamou da atitude durante uma transmissão ao vivo em suas redes sociais logo após a partida, no vestiário. "Eu não gostei, viu?", disse, ao ser questionada por colegas sobre o beijo.
 

Mais tarde, no entanto, a Federação Espanhola de Futebol divulgou uma nova declaração de Hermoso, na qual ela disse também que o gesto foi "um ato de carinho entre amigos". Mas a própria jogadora não postou a declaração em suas redes e nem voltou a se pronunciar sobre o caso, o que gerou especulações de que ela foi pressionada pela federação.

07
Set23

O beijo

Talis Andrade

 

por Gustavo Krause

- - -

Trata-se de um dos mais expressivos gestos da espécie humana. Envolve enorme carga de afetos simbólicos e reais assim como revela múltiplos sentimentos desde suave demonstração de carinho à arrebatada manifestação de paixão carnal.

Na cultura ocidental predomina a estética do respeitoso beijo no rosto à erotização do beijo na boca ou a criativa simplificação do “selinho”, um toque labial, cujo sentido real somente a ocasião e o desdobramento da eventual relação podem desvendar.

Como fonte de inspiração, o beijo é objeto de consagradas obras de arte, a exemplo da escultura de Rodin (1840-1917) que remete ao final trágico: Francesca da Rimini (Círculo 2, Canto 50, Inferno de Dante), seu cunhado e amante Paolo, apaixonados e influenciados pela história de amor de Lancelot e Guinevere, são assassinados pelo marido Giovanni Malatesta. Detalhe: embora abraçados, os lábios dos amantes não se tocam o que sugere, interrompidos pela morte, jamais se beijaram.

Retratando, também, o beijo, é escandalosamente belo o quadro do pintor simbolista austríaco, Gustav Klimt (1862-1918). Nele, o gesto de beijar sugere uma fusão de corpos e permite identificar uma mensagem ambígua: a cumplicidade de um casal apaixonado ou a agressiva dominação masculina sobre a mulher.

No teatro e no cinema, “O beijo no asfalto” (1960) foi o tema de consagrada peça de Nelson Rodrigues e de dois excelentes filmes (1981 e 2017). Com a percepção genial para as misérias da “vida como ela é”, o autor transforma a cena de um atropelamento numa trama trágica: a vítima moribunda pede e recebe o beijo de um desconhecido – o personagem Arandir – que, por conta de uma manchete sensacionalista, passa ser acusado de assassino e homossexual. No entanto, seu maior acusador, o sogro Aprigio, ao final, se revela o verdadeiro homossexual e assassina o genro inocente por quem era apaixonado.

Narrada pelos evangelistas Mateus, Marcos e Lucas, a identificação de Jesus no Getsêmani, após a última ceia, pela força policial do Sinédrio, decorreu do beijo dado por Judas. A expressão “beijo de Judas” passou a significar um ato, um gesto aparente de amizade que esconde o terrível pecado da traição.

A vasta tipologia de “beijos” foi, recentemente, acrescida por uma novidade: “o beijo padrão FIFA”, a poderosa entidade que manda e desmanda no futebol mundial. Na cerimônia de premiação das jogadoras da seleção espanhola, campeãs da nona edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol Feminino, Luis Rubiales, Presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, em atitude imprópria, desrespeitosa e condenável beija a boca da atleta Jennifer Hermoso.

Não faltarão misóginos, enrustidos ou assumidos, que considerem as reações indignadas como “chiliques feministas”. Certamente, joga nesse time o Sr. Rubiales, que não enxerga ou não quer enxergar as conquistas das mulheres no enfrentamento da mais antiga e cruel dominação. A Hermoso jogou e venceu a Copa Feminina de Futebol (jogo de macho): é símbolo, ao lado de todas a jogadoras, exemplo de bravura na superação das desigualdades de uma luta que não terminou.

Para compensar, existe o beijo romântico que perdoa o “pecado quase crime de um beijo sem permissão”, licença poética na voz inesquecível de

Como fonte de inspiração, o beijo é objeto de consagradas obras de arte, a exemplo da escultura de Rodin (1840-1917) que remete ao final trágico: Francesca da Rimini (Círculo 2, Canto 50, Inferno de Dante), seu cunhado e amante Paolo, apaixonados e influenciados pela história de amor de Lancelot e Guinevere, são assassinados pelo marido Giovanni Malatesta. Detalhe: embora abraçados, os lábios dos amantes não se tocam o que sugere, interrompidos pela morte, jamais se beijaram.

Retratando, também, o beijo, é escandalosamente belo o quadro do pintor simbolista austríaco, Gustav Klimt (1862-1918). Nele, o gesto de beijar sugere uma fusão de corpos e permite identificar uma mensagem ambígua: a cumplicidade de um casal apaixonado ou a agressiva dominação masculina sobre a mulher.

No teatro e no cinema, “O beijo no asfalto” (1960) foi o tema de consagrada peça de Nelson Rodrigues e de dois excelentes filmes (1981 e 2017). Com a percepção genial para as misérias da “vida como ela é”, o autor transforma a cena de um atropelamento numa trama trágica: a vítima moribunda pede e recebe o beijo de um desconhecido – o personagem Arandir – que, por conta de uma manchete sensacionalista, passa ser acusado de assassino e homossexual. No entanto, seu maior acusador, o sogro Aprigio, ao final, se revela o verdadeiro homossexual e assassina o genro inocente por quem era apaixonado.

A vasta tipologia de “beijos” foi, recentemente, acrescida por uma novidade: “o beijo padrão FIFA”, a poderosa entidade que manda e desmanda no futebol mundial. Na cerimônia de premiação das jogadoras da seleção espanhola, campeãs da nona edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol Feminino, Luis Rubiales, Presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, em atitude imprópria, desrespeitosa e condenável beija a boca da atleta Jennifer Hermoso.

Não faltarão misóginos, enrustidos ou assumidos, que considerem as reações indignadas como “chiliques feministas”. Certamente, joga nesse time o Sr. Rubiales, que não enxerga ou não quer enxergar as conquistas das mulheres no enfrentamento da mais antiga e cruel dominação. A Hermoso jogou e venceu a Copa Feminina de Futebol (jogo de macho): é símbolo, ao lado de todas a jogadoras, exemplo de bravura na superação das desigualdades de uma luta que não terminou.

10
Abr23

Nobel da Paz em 1989, líder tibetano Dalai Lama se desculpa após pedir a criança que chupe sua língua

Talis Andrade
www.brasil247.com - Líder espiritual tibetano Dalai Lama chega para visita ao Institito do Tibete em Rikon, na Suíça 21/09/2018

O Dalai Lama, líder espiritual tibetano, desculpou-se nesta segunda-feira (10) a um menino por ter pedido a ele para "chupar sua língua" há algumas semanas, durante um ato público. A cena foi registrada em um vídeo que causou fortes reações nas redes sociais.

"Está circulando um video que mostra um encontro recente em que um menino perguntou a sua Santidade, o Dalai Lama, se ele poderia lhe dar um abraço", disse um comunicado na conta do líder no Twitter, que tem 19 milhões de seguidores na rede social.

"Sua Santidade gostaria de pedir desculpas ao menino e sua família, bem como a seus muitos amigos ao redor do mundo, por qualquer dor que suas palavras possam ter causado", dizia um comunicado publicado em sua conta oficial no Twitter, que tem 19 milhões de seguidores.

"Sua Santidade costuma provocar as pessoas que conhece de maneira inocente e brincalhona, mesmo em público e na frente das câmeras. Ele lamenta esse incidente", continua o tuíte. 

Em um vídeo do ocorrido, que se tornou viral, o Dalai Lama, de 87 anos, mostra a língua para a criança, claramente desconcertada, logo após perguntar: "Você pode chupar minha língua?", provocando risos no público.

O vídeo foi filmado em 28 de fevereiro, durante uma audiência do Dalai Lama em McLeod Ganj, subúrbio de Dharamsala, no norte da Índia, onde ele vive exilado desde o fracassado levante tibetano contra o poder chinês em 1951.

Nojo e machismo

Os usuários da Internet chamaram sua atitude de "nojenta" e "absolutamente inapropriada".

“O que acabei de ver? Como essa criança deve estar se sentindo? Nojento", disse o seguidor no Twitter Rakhi Tripathi.

"Estou totalmente chocada ao ver o #DalaiLama aparecer assim. No passado, ele também teve que se desculpar por comentários machistas. Mas dizer: 'Agora chupe minha língua' para um garotinho é nojento", escreveu Sangita, outra seguidora no Twitter.

Em 2019, o Dalai Lama se desculpou por dizer que se uma mulher o sucedesse, ela teria que ser "atraente". Essa observação, feita em entrevista à BBC, causou polêmica.

O Dalai Lama personifica universalmente o movimento pela autonomia tibetana, mas a aura internacional da qual se beneficiou quando recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1989 murchou, e o grande número de convites que lhe foram dirigidos por líderes, personalidades e estrelas de todo o planeta diminuiu muito.

Esta perda de interesse explica-se em parte pela idade do monge, que teve de limitar as suas viagens, mas também pela crescente influência econômica e política da China.

Lobo em manto de monge?

Pequim o acusa de querer dividir a China e o chama regularmente de "lobo em manto de monge".

Um livro publicado em 2022 na França denunciava a "lei do silêncio" sobre "abusos graves" dentro da religião budista tibetana, incluindo violência sexual, privações e corrupção financeira, além de culpar a omissão e a inação do Dalai Lama e do monge francês Matthieu Ricard, o principal tradutor do líder tibetano no país.

O canal de televisão franco-alemão Arte exibiu na época um documentário dedicado ao tema, que abalou as estruturas do budismo em todo o mundo.

(RFI, com informações da AFP)

03
Nov22

Lúcia Veríssimo posta foto beijando na boca a homofóbica Cássia Kis: “Chega de hipocrisia”

Talis Andrade

Cássia Kiss diz que beijo em Lucia Veríssimo foi coisa "de uma pessoa  idiota que eu era” | Revista Fórum

 

A atriz Lúcia Veríssimo usou seu perfil do Instagram para mostrar uma foto na qual está beijando a sua colega de profissão Cássia Kis.

A postagem ocorre no contexto em que a atriz fez declarações homofóbicas em entrevista à Leda Nagle também bolsonarista: “Porque onde eu saiba, homem com homem não dá filho, mulher com mulher também não dá filho. Como a gente vai fazer?”, perguntou.

Lúcia, lésbica assumida, aproveitou o fato de ter postado em uma quinta-feira e valeu-se da #tbt, que significa Throwback Thursday, que pode ser traduzido livremente como a “quinta-feira das lembranças” e pediu “que sigamos sem hipocrisia e falso moralismo” e afirmou que o beijo retratado na foto era real e que foi dado na atriz, que tem dado declarações de extrema-direita em suas redes sociais.

Lúcia Veríssimo - Desciclopédia

“Meu #tbt de hoje vai ser em homenagem à Cassia Kiss. Que sigamos sem hipocrisia e falso moralismo. Sim, foi de verdade esse beijo. SIM É A CÁSSIA KISS QUEM ESTÁ ME BEIJANDO”

Lúcia Veríssimo posta foto beijando Cassia Kis na boca, após comentários  homofóbicos da colega em live | TV | O Globo

12
Set22

Michelle e Jair Bolsonaro: O beijo da morte

Talis Andrade

Procure uma princesa', diz Bolsonaro em discurso antes de beijar Michelle -  07/09/2022 - UOL Universa

 

Não foi e nem é um beijo "de amor". É um ato repulsivo, de um macho inseguro, frustrado e dominante sobre sua presa

 

por Eduardo Ramos / Jornal GGM

- - -

Viraliza nas redes sociais um vídeo que, entre outras coisas, desnuda de modo obsceno duas tragédias em nossa nação: a primeira, a fratura social abissal, porque para alguns é a prova da “macheza” do ser que ocupa a presidência, para outros, uma fonte de tristeza, perplexidade e vergonha pelos símbolos ali contidos. Na verdade, há uma terceira tragédia exposta no vídeo e sobre ela vou falar nesse artigo: o machismo, essa doença perversa e covarde tão presente no nosso país. O vídeo? Facilmente encontrado: um beijo de Jair Bolsonaro em sua mulher, ou, como assim mereceria ser tratada. Por isso o título da reflexão: “O beijo da morte” – quando um gesto tão lindo e repleto de signos de amor, erotismo, paixão, ternuras, é uma pantomima grotesca, um modo de usar o outro com um objetivo político-social – ou qualquer outro que seja, sempre será algo abominável. Mas falemos do machismo, tão óbvio no gesto eminentemente político de Bolsonaro.

O machismo não é apenas um processo psíquico e social covarde, sórdido, brutal… ele também pode apresentar um lado ultra perverso da “desconstrução do outro enquanto ser”, sua instrumentalização, uma coisa maligna que passa mensagens do tipo:

“tô te usando porque você não é só a minha mulher, é a minha COISA, que posso usar e usar e usar, no privado ou em público, do jeito que eu quiser…”

Esse filme viralizado é um trágico exemplo do quão longe essa perversão, essa maldade, essa humilhação com o outro pode chegar: A expressão corporal da sra. Michelle Bolsonaro, mas acima de tudo, seu olhar, triste, envergonhado, que vislumbramos num décimo de segundo, é de um constrangimento assustador!

Nem consigo julgá-la por mais nada, é como se tudo fosse ofuscado, tamanha a compaixão que sinto por alguém se permitir chegar a isso ou a isso ser levada sem ter forças para resistir.

Não foi e nem é um beijo “de amor”. É um ato REPULSIVO, de um macho inseguro, frustrado e dominante sobre sua presa, sua caça por assim dizer. O “beijo”, é a carne da presa exposta aos débeis mentais que idolatram esse ser bestial.

Bofetadas, tiros, as tragédias terríveis advindas do machismo, são seu ápice, mas jamais encerrariam suas únicas formas de manifestação cruel. Muito antes disso, durante todo o processo das relações onde o machismo está presente, o que temos é esse exemplo ABJETO e constante: uma mulher transformada em troféu “do macho dominante”, uma coisa a ser usada e exibida para um fim qualquer…

Sinto uma pena que me constrange, e uma repulsa que não dá para controlar….

O que vimos no triste filme é só mais um caso do que chamo “O beijo da morte”.

A ausência do amor é o absoluto presente nesses casos.

06
Ago22

Beijo do Jô

Talis Andrade

 

 

Image

Carlos Latuff
@LatuffCartoons
Jô Soares Um grande nome do humor na TV brasileira, cujo trabalho acompanho desde garoto. Beijo pra você!
Image
artevillar
@artevillar1
Companhia que foi das madrugadas
Image
Cris
@crisvector
Beijo do Gordo! Uma singela homenagem a Jô Soares.Desenho cartoon de Jô Soares fazendo o “Beijo do Gordo” (gesto beijando a palma da mão e enviando para alguém), dando uma piscadela e emitindo dois pequenos corações. Ele usa um paletó azul, camisa branca, gravata borboleta cor de rosa com bolinhas brancas e lenço de lapela na mesma cor e textura. Óculos de aros cor de laranja. O fundo é azul.
Carlos Ruas
@sabadoqualquer
Que os Deuses da comédia te recebam com honrarias, Jô Soares. #JoSoares
apoia.se/leandrodemori
@demoriImage
 
Image
 
Image
Image
Borda d'Arte
@arte_borda
JÔ SOARES 𝗔 𝗽𝗲𝗿𝘀𝗼𝗻𝗮𝗴𝗲𝗺 𝗵𝗶𝘀𝘁𝗼́𝗿𝗶𝗰𝗮 𝗾𝘂𝗲 𝗺𝗮𝗶𝘀 𝗱𝗲𝘀𝗽𝗿𝗲𝘇𝗮? Bolsonaro, apesar de não ser personagem porque não tem medula nem histórica porque há que ter critérios científicos, né. texto completo tinyurl.com/brindedeproust #JoSoaresImage
Image
 

Image

20
Abr22

Deputado de Brasília vira réu por beijo gay em formatura da PM

Talis Andrade

MP denuncia deputado que chamou beijo gay na PMDF de "pederastia"

 

 

247 - A 1ª Vara Criminal de Brasília aceitou a denúncia contra o deputado distrital subtenente da polícia militar João Hermeto de Oliveira (MDB) pelo crime de homofobia, após o parlamentar chamar de "pederastia" um beijo entre dois casais gays em uma formatura da Polícia Militar.

O episódio ocorreu em janeiro de 2020. "Minha corporação tá se acabando. Meu Deus! São formandos de hoje. Na minha época, era expulso por pederastia", escreveu o deputado em um grupo de troca de mensagens, de acordo com o processo.

No dicionário, o termo significa ter relação sexual com uma pessoa menor de 18 anos, mas, de forma pejorativa, é usado para se referir a relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo.

Charge: Amigo oculto (secreto) - Blog do Roberto Moraes

Deve aprovar a distribuição de Viagra, próteses penianas tamanho 25cm, lubrificante íntimo e coisitas mais do kit sexual das forças armadas. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub