Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

23
Fev20

Jovem é decapitada e cabeça é jogada na frente da casa da mãe

Talis Andrade

decaptada-  adolescente.jpg

 

 

A jovem Larissa Aurélia da Costa Silva, de 17 anos, foi decapitada e teve a cabeça jogada na frente da casa de sua mãe.  O crime bárbaro aconteceu na madrugada desta sexta-feira (21) na Rua C, no bairro Jorge Kalume, Rio Branco.
 
O principal suspeito do assassinato da jovem é o próprio companheiro dela, um ex-policial penal que foi identificado como Ivanhoé. 
 
A jovem recebeu vários golpes de faca no pescoço. O assassino, que a polícia esconde o nome, levou a cabeça da esposa, que deixou na frente da casa da mãe de Larissa e, em seguida, fugiu.  Após ouvir os gritos da mãe de Larissa, vizinhos telefonaram para a polícia, 
 
O corpo da adolescente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), e a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)  já iniciou as investigações desse horrendo femicídio. 
27
Abr19

'Nunca vi presidente ficar batendo continência para a bandeira dos EUA': 12 frases da entrevista de Lula

Talis Andrade

lula solto.jpg

 

Opera Mundi - A entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Folha de S.Paulo e ao jornal El País, concedida na última sexta-feira (26/04), teve momentos marcantes, como as críticas ao governo Jair Bolsonaro, ao processo que o levou à cadeia e críticas à política externa da atual administração.

Veja 12 das melhores frases do ex-presidente durante a conversa com os jornalistas:

.

Complexo de vira-lata
“Lamento profundamente o desastre que está acontecendo neste país, e é por isso que eu me mantenho em pé. No dia que eu sair daqui –eles sabem--, eu estarei com o pé na estrada para, junto com este povo, levantar a cabeça e não deixar entregar o Brasil para os americanos. Acabar com esse complexo de vira-lata! Eu nunca vi um presidente ficar batendo continência para a bandeira norte-americana. Eu nunca vi um presidente ficar dizendo: ‘Eu amo os Estados Unidos!” Alguém acha que os Estados Unidos vão favorecer o Brasil?”

.

Americano pensa em americano
“Americano pensa em americano em primeiro lugar, pensa em americano em segundo lugar, pensa em americano em terceiro lugar (...) e, se sobrar tempo, pensa em americano. E ficam os lacaios brasileiros achando que os americanos achando que os americanos vão fazer alguma coisa por nós. Quem tem de fazer por nós somos nós!”

.

FHC nunca aceitou meu sucesso
“O Fernando Henrique Cardoso não tem jogado no papel o que o nome dele deveria merecer. Ele fala muito sobre quase tudo desnecessariamente. Eu sinceramente acho que ele poderia ter um papel de grandeza para quem já foi presidente da República, para quem já foi chamado de príncipe da sociologia. Ele poderia ter um papel mais respeitoso com ele mesmo, não comigo. O problema do Fernando Henrique Cardoso é que ele nunca aceitou o meu sucesso.”

.

Sem lideranças
“Sinceramente acho que o mundo está precisando de lideranças. E nós não temos lideranças mundiais. Não temos. Então precisamos tentar, no campo da política, dizer o seguinte: quem vai resolver o problema do mundo é você ter uma classe política séria, com partidos sérios, organizados seriamente, para poder consertar o país.”

.

Situação do Brasil
“Eu fico preocupado é com a situação do Brasil. Não consigo imaginar os sonhos que eu tive para esse país, quando a gente descobriu o pré-sal, para fazer esse país virar gigante. Eu tenho orgulho e sonhei grande, porque passei a ser um presidente muito respeitado. Aqui na América do Sul, o Brasil era referência.”

.

Avacalhação
“Fui o único presidente a ser chamado para todas as reuniões do G8. Eu digo eu porque eu era o presidente, mas o Brasil foi muito importante no G20. Tudo isso desmanchou. Agora o prefeito de Nova York não quer fazer um jantar com o presidente do Brasil. O dono do restaurante se recusa. A que ponto chegamos? Que avacalhação! “

.

Planos para quando sair da prisão
“Adoraria poder um dia fazer um debate em uma universidade com Moro e Dallagnol juntos. Adoraria um debate. Eles levando as milhares de páginas que contaram mentiras e eu levando a minha verdade. Eu adoraria. Com a cara boa, tranquila, bonitão como eu tô hoje. Para discutir. Mas na verdade eu [quando sair da prisão] quero comer um churrasco, uma bela de uma picanha, uma panceta bem passadinha e tomar um, como diria o José Alencar, um golo.”

.

Obsessão
“Eu tenho tanta obsessão de desmascarar o [Sergio] Moro, em desmascarar o [Deltan] Dallagnol e a sua turma e aqueles que me condenaram, que eu ficarei preso cem anos, mas eu não trocarei a minha dignidade pela minha liberdade. Eu quero provar a farsa montada. Eu quero provar. Montada aqui dentro, no departamento de Justiça dos Estados Unidos com depoimento de procuradores com filme gravado e agora mais agravado com a criação da Fundação Criança Esperança do Dallagnol, pegando 2,5 bilhões de reais da Petrobras para criar uma fundação para ele. Fora 6,8 bilhões da Odebrecht e fora não sei quantas outras coisas.”

.

Consciência tranquila
"Eu tenho certeza que eu durmo todo dia com a minha consciência tranquila. Tenho certeza que o Dallagnol não dorme e que o Moro não dorme. E aqueles juízes do TRF-4 que nem leram a sentença. Fizeram um acordo lá, era melhor que um só tivesse lido e falado 'todo mundo aqui vota igual'."

.

Não vou me entregar
"Quem tem 73 anos de idade, quem construiu a vida que eu construí neste país, quem estabeleceu as relações que eu estabeleci, quem fez o governo que eu fiz neste país, quem recuperou o orgulho e autoestima do povo brasileiro como eu, não vou me entregar. Eles sabem que tem aqui um pernambucano teimoso. Eu digo sempre, quem nasceu em Pernambuco e não morreu de fome até os cinco anos de idade não se curva mais a nada."

.

Preocupação só com a Justiça
“Haverá um dia em que as pessoas que irão me julgar estarão preocupados com os autos do processo, com as provas contidas no processo e não com a manchete do Jornal Nacional, com as capas das revistas, não com as mentiras do fake news. As pessoas se comportarão como juízes supremos de uma Corte, que é a única coisa que a gente não pode recorrer. (…) Só quero, pelo amor de Deus, que as pessoas julguem em funções das provas. Eu tenho certeza, o Moro tem certeza. Se as pessoas não confessarem agora, no dia da extrema unção vão confessar. Ele tem certeza que eu sou inocente. O Dallagnol tem certeza que é mentiroso. E mentiu a meu respeito.”

.

Regulamentação da mídia
“Eu, por exemplo, acho que tive um erro grave. Eu poderia ter feito a regulamentação dos meios de comunicação. Fizemos um Congresso em 2009, só participou a Bandeirantes e a Rede TV se não me falha a memória, sabe, nenhuma outra TV participou, muitas rádios participaram, e em junho de 2010 nós preparamos uma regulamentação dos meios de comunicação. Ao invés de dar entrada no Congresso porque iria ter eleição eu pensei ‘não, vou deixar para o novo governo’. A razão pela qual a Dilma não entrou não sei. Então essa é uma autocrítica que eu faço.”

 

25
Abr19

AGORA É A POLICIA FEDERAL QUE INTIMA EMANUEL CANCELLA, MAS ELE NÃO DESISTE DE CRITICAR O EX JUIZ SERGIO MORO!

Talis Andrade

moro boneco.jpg

 



por EMANUEL CANCELLA 

 

Com provas e convicção, Lula é inocente e Moro age como adversário político de Lula!

Fui intimado pelo MP, duas vezes, a pedido do juiz Sergio Moro por possíveis crimes contra a honra do funcionário público e agora estou sendo intimado pela Polícia Federal, que é subordinada ao Moro, a comparecer na Praça Mauá, no Rio, no dia 04/07/2019, às 14h30, Mandado de Intimação Nº 2295/19 (5,6).

Moro prendeu lula, sem provas só com a convicção do procurador que o denunciou, na véspera da eleição, num claro intuito de favorecer Bolsonaro (2).

Moro também vazou para a mídia, a 6 dias da eleição, a delação premiada de Antônio Palocci, rejeitada pelo MPF por falta de provas, criticando Lula, Dilma e o PT, (3).

E assim Moro, sem nenhum constrangimento, virou ministro da Justiça de Bolsonaro. Lembrando que, segundo o Ibope, Lula ganharia a eleição em primeiro turno (4).

A esposa de Moro, Rosângela Moro, segundo a revista Veja, com base em informação da Receita federal, teve depósito em sua conta bancária do advogado da Odebrecht, Rodrigo Tacla Duran. E Moro havia chamado Duran de foragido da lei (1).

Tudo começou com uma entrevista da jornalista, Monica Bergamo, da Folha, com Duran dizendo possuir provas de que fora procurado pelo advogado oficial da Lava Jato, Carlos Zucolotto Junior, que é compadre de casamento de Moro e ex-sócio de sua esposa.

carlos-zucolotto-jr-sergio-moro-rosangela-moro-e-a

zucolotto casal moro.png

moro-e-zucolotto-.jpg

Carlos Zucollotto, Sérgio Moro, Tacla Duran

 

Zucolotto então fez a Duran proposta de delação premiada, na qual, Duran teria que pagar US$ 5 milhões ‘por fora’ e receberia em contrapartida apenas prisão doméstica e perdão de US$ 10 milhões em multa da Odebrecht. Duran não só não aceitou a proposta como a denunciou.

Falta só agora ser mostrado, com provas e não só a desculpa esfarrapada do juiz, o valor e o motivo do depósito na conta de Rosângela Moro (8,9).

MPF-criou o fundao com pedro parente .jpg

Pedro Parente concedeu o fundão de 2 bilhões e 500 milhões da Petrobras para a Lava Jato gastar com publicidade e eventos 

parente moro foto vanessa carvalho.jpg

Pedro Parente patrocinou evento do casal Sergio Moro em Nova Iorque

 

Lembrando que sou petroleiro, e enquanto dirigente sindical denunciei em 24 de novembro de 2016, a omissão da Lava Jato, chefiada por moro, na gestão criminosa dos tucanos FHC e Pedro Parente na Petrobrás. Veja a denuncia na integra (7).

Estranho que tenha sido denunciado pelo MP duas vezes em um ano, a pedido de Moro e até hoje o mesmo MP não respondeu a minha denúncia.

MMM moro marreco de maringá boneco tio sam.jpg

 

Fonte:

1https://www.cartacapital.com.br/politica/a-prova-que-tacla-duran-diz-ter-da-negociacao-com-amigo-de-moro/

2https://www.diariodocentrodomundo.com.br/nao-temos-provas-mas-conviccao-o-powerpoint-de-dallagnol-nos-jogou-de-vez-no-paraguai-por-kiko-nogueira/

3https://www.viomundo.com.br/denuncias/procurador-da-lava-jato-a-folha-delacao-premiada-de-palocci-foi-recusada-pelo-mpf-por-falta-de-provas.html

4http://atarde.uol.com.br/politica/noticias/1124938-ibope:-lula,-com-47,-ganharia-no-primeiro-turno

5http://emanuelcancella.blogspot.com.br/2017/12/mandado-de-citacao-e-intimacao-contra_6.html

6https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/288251/Petroleiro-%C3%A9-intimado-pela-PF-ap%C3%B3s-criticar-Moro-e-Lava-Jato.htm

7http://www.fnpetroleiros.org.br/noticias/3901/petroleiro-denuncia-a-operacao-lava-jato-ao-mpf-veja-na-integra-teor-da-denuncia-protocolada-ontem

8https://www.brasil247.com/pt/247/parana247/316121/DCM-jornal-espanhol-segue-pista-de-Tacla-Duran-e-comprova-corrup%C3%A7%C3%A3o-no-Panam%C3%A1.htm

9https://www.brasil247.com/pt/247/parana247/315291/Tacla-Dur%C3%A1n-pagou-esposa-de-Moro-diz-Nassif-htm

 

16
Abr19

Milícia Escritório do Crime atua como imobiliária ilegal na Muzema, no Rio

Talis Andrade

desabamento muzema.jpg

desabamento muzema2.jpg

Milícia Escritório do Crime derrubou floresta para construir edifícios 

 

por Flávio Costa

___

"Escuta, fala com o velho aí que o quarto andar tá fechado, daquele jeito que ele falou, que ele aprovou. Sessenta parcelas de quatro mil [reais], valor final 150 mil. (sic)".

A fala acima foi retirada de um diálogo entre integrantes da milícia conhecida como Escritório do Crime e refere-se à venda de um apartamento construído de maneira ilegal na comunidade da Muzema, na zona oeste do Rio, onde dois prédios desabaram . O Corpo de Bombeiros confirmou a morte de quinze pessoas. Nove pessoas continuam desaparecidas. 

 

As informações constam na denúncia da Operação Os Intocáveis, deflagrada em janeiro pelo MP (Ministério Público). Para os promotores, líderes da milícia atuam como "sócios investidores", aplicando dinheiro obtido em atividades ilícitas nos empreendimentos imobiliários irregulares das comunidades de Muzema, Rio das Pedras e seus arredores.

adriano magalhaes da nobrega.jpg

PM-Adriano-da-Nóbrega-Milicia.jpg

adriano magalhães da nobrega pb.png

Capitão Adriano Magalhães de Nóbrega 

 

O Escritório do Crime é comandado pelo ex-capitão do Bope (Batalhão de Operações Especiais) Adriano Magalhães de Nóbrega, que está foragido há quase dois meses. Capitão Adriano, como é conhecido, é amigo do policial militar reformado Fabrício de Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), quando este foi deputado estadual.

flavio bolsonaro e queiroz .jpg

plantando dinheiro queiroz.jpg

queiroz careca.jpg

Fabrício Queiroz

 

 

Queiroz admitiu ter indicado a mãe e a mulher de Capitão Adriano para trabalhar no gabinete do filho mais velho do presidente da República, Jair Bolsonaro.

 

Dinheiro de extorsão financia construções ilegais

 

Os dois prédios que caíram eram construções irregulares e estavam em uma área "dominada por milícia", de acordo com a Prefeitura do Rio. Por isso, a administração municipal disse que só conseguiu chegar ao local em novembro de 2018 com apoio da Polícia Militar. As obras foram interditadas na ocasião.

 

A denúncia do MP detalha a atuação da milícia nas comunidades de Muzema, Rio das Pedras e seus arredores. A organização criminosa atua de forma setorizada age "em grilagem, ramo imobiliário com venda e locação ilegal de imóveis". Seus integrantes também cometem os crimes de "receptação de carga roubada, posse e porte ilegal de arma de fogo".

 

A milícia arrecada dinheiro com a extorsão de moradores e comerciantes da região, cobrando taxas referentes a "serviços" prestados, como segurança. O grupo age também no ramo da agiotagem e detém o monopólio da venda do gás de cozinha, entre outras atividades.

 

A renda proveniente dessas atividades ilegais financia os empreendimentos imobiliários irregulares.

 

Em chamada interceptada do dia 5 de novembro de 2018 entre dois investigados, um suspeito diz para o outro não deixar uma moradora entrar caso ela não pagasse o aluguel no dia. Segundo o MP, "a utilização da força e a demonstração de poder está claro nos diálogos"

"Se não pagar o aluguel hoje, amanhã é pra travar, não deixar ela entrar", diz o suspeito ao seu interlocutor.

ronald paulo alves pereira, major pm.jpg

ronald paulo alves pereira maj ronald.png

Major Ronald Paulo

 

Antes de ser preso na Operação Os Intocáveis, em janeiro, o major Ronald Paulo, da Polícia Militar, mantinha armazenadas diversas plantas de apartamentos, loteamentos de terrenos, imagens de empreendimentos em construção, contratos de locação e compra e venda de imóveis não declarados em seu Imposto de Renda, de acordo com o MP. [Transcrevi trechos]

prédios milicia_bira.jpg

 

 

30
Dez18

Prisão de herói do Bope confirma: atrás de todo grande traficante, tem um homem de farda. Por Joaquim de Carvalho

Talis Andrade

traficante farda.jpg

 

 

por Joaquim de Carvalho

Um dos heróis da Polícia Militar do Acre foi preso sob acusação de trabalhar para o Comando Vermelho, na proteção à distribuição de droga.

É o tenente Josemar Barbosa de Farias, o segundo na hierarquia do Batalhão de Operações Especiais, o Bope. É uma versão acreana do “Capitão Nascimento”, o da fictícia Tropa de Elite.

Era frequente a presença dele em programas de televisão, para ser entrevistado sobre prisões e apreensões de droga.

Era o “homem da lei”, “policial exemplar”, garantidor da ordem em Rio Branco.

O que as pessoas em geral não sabiam é que a drogada que ele apreendia e os traficantes que encarcerava ou matava eram rivais do homem que controla a venda de drogas no Estado.

Segundo reportagem de Marcos Venicios, publicada no AC 24 horas, escutas telefônicas, autorizadas pela Justiça no âmbito da Operação Sicário, mostram que ele recebia ordem do traficante Agilberto Soares de Lima, o Jiquitaia, que estaria ligado ao Comando Vermelho no controle da venda de drogas.

No despacho que autorizou a operação, os juízes Raimundo Nonato da Costa Maia, Maria Rosinete dos Reis Silva e Guilherme Aparecido do Nascimento Fraga registraram:

“De acordo com o apurado pelas autoridades, em inúmeros diálogos restou demonstrado que o Tenente Farias se utilizava do poder que a farda lhe proporcionava para usar veículos e valores pertencentes ao ‘erário’ com a finalidade de atender aos interesses do Comando Vermelho, fosse mandando viaturas para evitar ataques do Bonde dos 13 ou para auxiliar em situações cuja busca de informações interessava às atividades do Comando Vermelho.”

Em outro trecho, destacam:

“Até valores para abastecer veículos usados por outros membros do CV teriam sido arrecadados das quantias disponibilizadas pelo BOPE para abastecer as viaturas policiais.”

Farias foi preso, juntamente com o traficante, mas o caso está longe de significar algo isolado, numa região distante dos grandes centros, como Rio de Janeiro ou São Paulo.

Quando eu era repórter da Globo, um experiente policial, incomodado com a morte de um colega, que teve overdose no banheiro do Denarc (Departamento de Narcóticos) depois de cheirar uma grande quantia de cocaína apreendida, me procurou para contar sobre a ligação de policiais civis com o tráfico de drogas no Estado.

“Os policiais sabem quem são os grandes traficantes e dão proteção a eles, quando não participam diretamente do tráfico. Quando ocorre uma grande apreensão, é de quadrilha rival, tentando entrar no mercado”, disse.

Na época, inicio do primeiro mandato de Geraldo Alckmin, o delegado titular de uma das divisões do Departamento se mantinha no cargo apadrinhado por deputados estaduais.

“Ele paga uma caixinha semanal para se manter no posto. Se não pagar, é removido. Os postos mais importantes da Polícia Civil são ocupados por delegados que pagam a seus padrinhos políticos”, disse.

O informante chegou a me dar o endereço onde drogas apreendidas eram reempacotadas, com metade de seu grau de pureza.

Os policiais apreendiam pasta pura de quadrilhas rivais dos controladores do tráfico, levavam para uma casa, na Vila Carioca, em São Paulo, e ali misturavam a droga a talco, farinha de trigo, polvilho ou outra coisa mais barata.

Só depois de misturada é que a droga era apresentada. Se tivessem sido apreendidos 100 quilos, eram apresentados 100 quilos, só que num grau de pureza menor.

A pureza, entretanto, não é aferida na perícia técnica, apenas se o material apreendido estava enquadrado na relação de drogas ilícitas.

“Tem muito policial ganhando muito dinheiro”, alertou ele. “Os políticos também ganham, para manter o delegado no posto”, acrescentou.

Quando fui ao endereço fornecido por ele, estava vazio. “Eles ficam pouco tempo em cada lugar”, disse. Pouco tempo, deixei a Globo e a pauta ficou na gaveta, mas o relato dele nunca deixou de me instigar.

Hoje, quando li na página do jornalista Altino Machado a notícia do envolvimento do herói do Bope com o tráfico, lembrei da história.

O tenente Farias não é um ponto fora curva. Ele é quase uma regra, e isso explica por que o crime organizado é tão próspero no Brasil.

Não adianta encher as ruas de militares. Para combater o crime, é preciso de inteligência policial, coragem e independência.

Se se investigar de verdade, se verá que, por trás de todo traficante, tem uma viatura policial, seja militar ou civil.

Essas intervenções militares, como a que houve no Rio de Janeiro, são apenas espetáculos ou instrumentos para amedrontar pobres e pretos.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub