Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

15
Ago17

"Por que não pergunta como foi meu dia na escola?"

Talis Andrade

 

Na carta suicida, Thalia Mendes Meireles, 15 anos, escreveu:

 

"As pessoas passam a vida inteira julgando tudo que vêem. Jogam palavras que não voltam, olhares que machucam, rejeitam, maltratam, usam. Isso dói, tá legal? O ser humano vai guardando isso dentro de si até formar uma grande bola prestes a explodir. Você pode ver uma pessoa sorrindo, parecendo feliz, mas não se engane, sempre há coisas além. Por isso somos cegos. Nunca vemos além.

 

(...) Que sociedade maldita. Como se tristeza fosse algo irrelevante, que nao precisa de atenção. Idiotas. Quando é tarde eles se perguntam o que tinha de errado.

 

Pais que não vêem seus filhos se cortando, se drogando, se destruindo. Escolas que não vêem o bulling debaixo do seu nariz.

Pais que estrupam os filhos, mães que humilham, irmãos que rejeitam.

Malditos. Malditos.

 

(...) Eu tenho inúmeros motivos para ter feito o que fiz.
Meu próprio pai me abusou e foi por isso que eu morri por dentro. Eu fui morrendo durante dois anos. Fui vendo minha morte sem poder fazer nada a respeito.

 

(...) Minha mãe me tirou minha rotina e passou a assistir tudo em total inconsciência. Eu sei que ela via, mas quem disse que ela percebia?
Ela era uma mãe tão atenciosa, o que aconteceu? Porque ela ficou tão alheia?

 

(...) Porque ela não pergunta como foi meu dia na escola?"

 

Thalia foto blusa laranja.jpg

                                                        Foto: Thalia Mendes Meireles

 

 

A poetisa Karine Kelly, terapeuta corporal, transcreve o seguinte questionário:

 

Nem todas as crianças gostam de contar como foi o dia na escola, e nem sempre a pergunta clássica é capaz de iniciar uma conversa legal.

 

Aqui vão 40 ideias de perguntas para você começar um papo-cabeça com a prole.

 

O que fez você sorrir hoje?


Você foi bom com alguém hoje? Ou você viu alguém sendo bom com outra pessoa?


Você viu alguém fazendo uma coisa que não era legal com outra pessoa?


Todos os amiguinhos tinham com quem brincar na hora do recreio?


Sobre o que era o livro que a sua professora leu hoje?


Alguém fez alguma coisa engraçada na escola, que fez você rir?


Alguém chorou hoje na escola?


Você fez alguma coisa criativa hoje?


Qual é a coisa que todo mundo está adorando brincar no recreio?


Qual foi a melhor coisa que aconteceu no seu dia?


Você ajudou alguém hoje?


Alguém te ajudou? Você falou obrigado?


Com quem você sentou na hora do almoço/merenda?


Houve algo na escola que você não entendeu muito bem?


Quem te inspirou hoje? Alguém fez algo que te causou admiração?


Qual foi a melhor e a pior coisa do seu dia hoje?


Alguém se meteu em confusão na escola hoje?


Alguém levou bronca da professora?


Dê uma nota para o seu dia de 1 a 10.


Houve algum momento hoje que você precisou de muita coragem?


Você gostou da comida na hora do almoço?


Quais perguntas você fez para a professora hoje?


Tem alguma coisa que você está querendo que aconteça amanhã?


Qual foi a regra mais difícil de obedecer hoje a escola?


Me ensina/mostra alguma coisa que eu não sei.


Se você pudesse mudar uma coisa no seu dia, o que seria?


Tem alguma coisa te preocupando que você gostaria de conversar comigo?


(para crianças mais velhas) Você acha que está preparado para a prova de história amanhã?


Você dividiu seu lanche com alguém, ou alguém dividiu o lanche com você?


O que fez sua professora sorrir hoje?


O que fez sua professora ficar brava hoje?


O que fez você se sentir feliz?


O que fez você se sentir orgulhoso de si mesmo?


O que fez você se sentir querido?


Você aprendeu alguma palavra nova hoje/essa semana?


Se você pudesse mudar de lugar com alguém na escola, com quem seria e por que?


Qual é o lugar da escola que você mais gosta e menos gosta?


Se você pudesse ser a professora por um dia, o que você gostaria de ensinar os alunos?


Você acha que tem algo na escola que poderia ser melhorado?


Com que você mais gosta de conversar na escola?


Esse post é uma adaptação livre do post "50 questions to ask your kids instead of how was your day". Para ver o post original clique aqui.

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub