Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

27
Mai22

Policiais rodoviários tiveram aula de tortura

Talis Andrade

 

professor de tortura.jpg

 

www.brasil247.com -

O sorridente policial Ronaldo Bandeira ensina como jogar uma bomba

 

"NOJO! O método desumano da câmara de gás que matou Genivaldo", denunciou o deputado Ivan Valente

 

Com a recente morte de Genivaldo de Jesus Santos, usuários passaram a repercutir nas redes sociais vídeo com trechos de uma aula de curso preparatório para ingresso na Polícia Rodoviária Federal (PRF), em que um dos professores ensina os alunos a utilizarem gás lacrimogênio em viaturas para conter suspeitos presos e algemados.

Foi desta forma que agentes da PRF provocaram a morte de Genivaldo.

Na gravação, o professor Ronaldo Bandeira, que é policial rodoviário, leciona o curso preparatório AlfaCon.

No vídeo, o docente descreve tortura praticada por ele, envolvendo preso que tentava chutar o vidro da viatura da PRF para sair:

“O que o policial faz? Abre um pouquinho, pega o spray de pimenta e taca. Foda-se, é bom pra caralho, a pessoa fica mansinha”, ironiza o professor, rindo da situação.

 

Daqui a pouco escuto assim: ‘Vou morrer, vou morrer’. Aí fiquei com pena, abri e disse: "TORTURA!  Sacanagem, fiz isso não”.

 

Sobre a aula de tortura, escreveu o deputado Ivan Valente:

"NOJO! O método desumano da câmara de gás que matou Genivaldo é matéria de aula de agente da PRF!
 
A tortura faz escola, e com gargalhadas pelo sofrimento alheio.
 
É essa a cultura sádica que Bolsonaro estimula!"
 
De acordo com reportagem do site Congresso em Foco, esta não é a primeira vez que um professor da AlfaCon ganha repercussão nas redes sociais por ironizar abusos de autoridade.
 
“Em 2018, no preparatório para a Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMSP) e para a PRF, a mesma empresa veiculou cursos do instrutor Norberto Florindo, ex-capitão da PMSP que ganhou fama nas redes sociais por ensinar alunos a torturarem e matarem suspeitos”, diz o texto. 
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub