Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

30
Abr20

Polícia de Nova York acha dezenas de corpos em caminhões

Talis Andrade
Policiais americanos com máscaras de proteção diante de dois caminhões

Policiais foram ao local chamados por pessoas que reclamaram do odor que saía dos caminhões

 

por DW

Uma funerária em Nova York foi flagrada pela polícia nesta quarta-feira (30/04) armazenando cerca de 50 cadáveres sobre gelo em caminhões alugados e sem refrigeração. Policiais foram chamados ao estabelecimento, no bairro do Brooklyn, por passantes, que ligaram reclamando do cheiro.

Os agentes descobriram que a funerária Andrew T. Cleckley alugou quatro caminhões para guardar cadáveres. De acordo com um policial citado sob anonimato pelo jornal New York Times as câmaras refrigeradas do estabelecimento tinham deixado de funcionar.

"Eles tinham corpos em vans e caminhões", afirmou ao New York Times o proprietário de um edifício vizinho. "Eles estavam um sobre os outros, em sacos", disse. "Todos os veículos estavam cheios."

eldiario. usa 30ab.jpg

newyork_post.  usa 30ab.jpg

ny_daily_news. usa 30ab.jpg

 

Os policiais interditaram temporariamente a funerária. Mais tarde um caminhão refrigerado chegou ao local.

Não ficou claro se os mortos eram vítimas do coronavírus. Mas autoridades e funerárias vêm travando há semanas uma luta difícil contra a pandemia no estado de Nova York, o mais afetado nos Estados Unidos.

Mais de 18 mil pessoas morreram só na cidade de Nova York, de acordo com estatísticas da Universidade Johns Hopkins. No total, os EUA têm mais de um milhão de casos de coronavírus, mais do que qualquer outro país.

A administração da cidade de Nova York montou necrotérios temporários. Hospitais utilizam caminhões refrigerados para transportar vários corpos de uma vez, às vezes carregando-os à vista das pessoas na calçada. Os crematórios têm dificuldade em cobrir a demanda, serviços funerários de toda a cidade pediram ajuda após ficarem sem espaço.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub