Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

03
Dez18

Os diferentes serviços do negão de Getúlio e Bolsonaro

Talis Andrade

Helio-Negão-e-Bolsonaro.jpg

_gregorio-fortunato-getulio-vargas-sao-borja.jpg

 

Em 26 de novembro de 1930, o presidente Getúlio Vargas criou o Ministério do Trabalho. Essa foi uma das primeiras medidas implantadas pelo presidente, que assumiu o governo no dia 3 do mesmo mês. Vargas ficou conhecido com o “pai dos pobres” pelas suas medidas em prol dos trabalhadores.

Escreve Rafael Barifouse, da BBC News Brasil: "Caso seja confirmada a extinção do Ministério do Trabalho no governo de Jair Bolsonaro, conforme anunciou o presidente eleito nesta semana, será a primeira vez em 88 anos que o país não terá uma pasta na área, desde que Getúlio Vargas (1882-1954) a criou após chegar ao poder.

Hoje, esse ministério é responsável por elaborar diretrizes para geração de emprego e renda, além de emitir documentos e fiscalizar as relações trabalhistas no Brasil, investigando denúncias de trabalho escravo e infantil e o cumprimento da legislação por parte das empresas. Mas sua criação teve outro propósito". Leia mais 

Nunca cousa Bolsonaro se parece com Getúlio: a posse de um negro de estimação. Bolsonaro, para provar que não é racista. Getúlio, Gregório Fortunato, o "anjo negro", chefe de sua guarda pessoal.

Historia Renato Vicentini: Gregório "nasceu, assim como Getúlio Vargas, em São Borja, Rio Grande do Sul. Filho de escravos alforriados, trabalhava como peão nas fazendas de gado da região, se aproximando do clã dos Vargas após participar da Revolução Constitucionalista de 1932, foi soldado do 14° Corpo Auxiliar de São Borja (que viria a se tornar a Brigada Militar do Rio Grande do Sul), naquela época comandada por Benjamin Vargas, irmão de Getúlio. Gregório chegou até a divisa de Tenente. No ano de 1938, após Getúlio Vargas sofrer uma tentativa de golpe pelos integralistas, foi formada, pelo mesmo Benjamin, a referida guarda pessoal, por vinte homens “selecionados a dedo”, colocando o “anjo negro” no comando devido à sua alta fidelidade ao clã Vargas."

Reportagem de Julia DIniz Carneiro da BBC publica as primeiras declarações do subtenente do Exército Hélio Fernando Barbosa Lopes, o deputado federal mais votado no Estado Rio de Janeiro. 

Nascido em Mesquita, município da Baixada Fluminense, no Grande Rio, Hélio tem 49 anos e vinha tentando entrar na política há pelo menos quatro. Em 2014, saiu para deputado federal pelo PTN, mas não reuniu as condições necessárias ao registro e teve a candidatura indeferida.

Em 2016, candidatou-se a vereador pelo município de Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense, pelo PSC. Na época, apresentou-se como Hélio Negão, como é conhecido, e obteve 480 votos.

Agora, como Hélio Bolsonaro e candidato pelo PSL, viu o número de eleitores saltar para 345.234, surpreendente para um novato na política e um nome pouco conhecido no Rio, ficando à frente do veterano Marcelo Freixo, do PSOL, que obteve 342.491 votos.

Sua campanha foi centrada nas redes sociais e na participação de eventos ao lado da família Bolsonaro - frequentemente postando vídeos e fotos ao lado dos membros de clã, como o retrato sorridente em que come um espetinho de rua enquanto o capitão come um salsichão.

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub