Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

26
Jun19

O STF É INACREDITÁVEL, INVIÁVEL, INCOMPREENSÍVEL

Talis Andrade

themis__emrah_arikan.jpg

por Helio Fernandes



"DEMOCRACIA EM VERTIGEM"
 
Assisti ontem, na Netflix, esse filme da jovem Petra Costa. Excelente
do principio ao fim. Ideia, direção, roteiro, do impeachment da
presidente Dilma à prisão do ex-presidente Lula.Todos os fatos que
aconteceram desde a reeleição da Dilma. E do processo do Aécio Neves,
que não se conformou com a derrota.
 
Os fatos que nos agradaram ou revoltaram nos últimos 4 anos, são
mostrados, lembrados ou relembrados, como aconteceram e quando
aconteceram. A conspiração parlamentar coordenada e executada por Aécio
Cunha e Temer é um momento importante da traição e da Historia.
O filme é de 2018. E não será exibido nos cinemas.
 
O STF É INACREDITÁVEL, INVIÁVEL, INCOMPREENSÍVEL

carmem lucia.jpg

 

Depois de terem marcado o julgamento de Lula para 1 de agosto,(já que
julho será totalmente do recesso, que começa depois de amanhã) ontem
terça, ás 3 da tarde decidiram, SOBERANAMENTE, julgar o HC do
ex-presidente.
 
A surpresa foi total quando se soube que Gilmar Mendes LIBEROU a
Segunda Turma para julgar imediatamente o HC. Só os 5 ministros
ficaram sabendo, os outros 6,(que completam o STF) só tomaram
conhecimento depois.
 
Essa Segunda Turma é historicamente ditatorial. Durante um longo
tempo, Gilmar, Lewandowski e Dias Toffoli, libertavam ou mantinham
presos de acordo com a VONTADE deles. Com Toffoli FEITO e não ELEITO
presidente, garantiam que a composição mudaria totalmente.
 
Toffoli foi substituído por Carmen Lucia, de formação, convicção e
votação (nos mais diversos casos inteiramente diferente de Toffoli) o
que permitiu que muitos analistas e especialistas,sentenciassem: " 3 a
2 agora, nunca mais ou não antecipado", como acontecia nos tempos de
Toffoli.
 
Foram julgados, ontem, 2 HC impetrados por Lula. O primeiro foi
recusado pelo ministro Fachin, relator da Lava-Jato. Foi coerente,
pois sempre votou contra. O que não significa que tenha sido justo.
 
Antes das 5 da tarde já havia devolvido.
 
Faltava o outro HC, esse demorado e retardado, na expressão sem
exorbitância da palavra.
 
(Às 4 da tarde, o Canal Bloomberg, dos 13 anos eleito prefeito de Nova
Iorque) informava: "por 3 votos a  2 , Lula perde o segundo HC 
e continua preso".
 
Muita confusão, falta de disposição para terminar um julgamento que
vem do ano passado. E é o próprio STF que complica tudo. Muitas vezes
fica a impressão que não querem mesmo chegar a um resultado.
 
O ministro Gilmar Mendes apresentou proposta de liberdade PROVISÓRIA
para Lula, até que o julgamento termine definitivamente. Depois de
quase 2 horas, por 3 a 2, Lula continua preso. O voto decisivo foi de
Carmen Lucia.
 
Nenhuma surpresa. Durante todo o tempo em que presidiu o STF, ela se
recusou a pautar julgamento que poderia favorecer  o ex-presidente.
 
Falta decidir a parcialidade ou imparcialidade do então juiz Sergio 
Moro.
 
PS- E qualquer que seja o resultado, caberá recurso para o plenário.
 
PS2- Não se sabe quando terminará. Por causa disso, a liberdade

 

PROVISORIA, justíssima.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub