Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

30
Abr18

O samba: uma resistência, uma metafísica, uma cura para o corpo

Talis Andrade

samba.jpg

Quadro 'A Roda de Samba', de Heitor dos Prazeres (1960)

 

O Rio do samba se divide em 3 momentos.

 

No primeiro, Da herança africana ao Rio negro, é abordada a chegada do escravo à Pequena África carioca, cenário privilegiado das primeiras reuniões de afrodescendentes, conhecidas inicialmente com o nome de “sembas”. “Quando os negros africanos de origens diversas se encontravam, cantavam para tentar sobreviver à dura vida que levavam”, explica Marcelo Campos. “Ainda que ele seja muito vinculado a uma condição de alegria, o samba vem como essa tentativa de curar essa ferida, e sempre foi acompanhado por essa marca e essa relação que ele tem com as comunidades e resistiu nos lugares mais pobres, nos morros, nas favelas...”

 

... acompanha a viagem do sambista desde a pós-escravidão e a marginalização no exílio periférico e sua volta à vida pública, com os primeiros carnavais. “O que era uma manifestação que ocorria no fundo do quintal, de noite, transforma-se em uma outra coisa no momento da expansão urbana do Rio de Janeiro”, diz Evandro Salles. “A própria história das escolas de samba está ligada a essas expansões que levaram o samba aos subúrbios, primeiro, e às grandes avenidas, depois. É assim que o samba vai se adaptando e se reinventando a cada momento histórico...

 

Leia. Chema García Martínez fala do samba. Da História do Samba.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub