Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

O CORRESPONDENTE

08
Mai23

O agiota Roberto Campos festeja: 43% dos brasileiros com mais de 18 anos estavam inadimplentes em março

Talis Andrade
 
 
 
Idoso inadimplente | Força Sindical
 
 
 
 

“Mapa da Inadimplência” da Serasa indica 70,71 milhões endividados, sendo as principais pendências cartão de crédito, contas básicas e varejo; entre estados o Rio de Janeiro lidera

 

por Murilo da Silva

 

Estudo da Serasa indica que em março desse ano 43,43% da população brasileira com mais de 18 anos estava inadimplente, o que representa 70,71 milhões de pessoas (alta de 0,26% em relação ao mês anterior). O dado divulgado no “Mapa da Inadimplência e Negociação de Dívidas no Brasil” traz o alerta sobre a situação, pois nunca houve tantas pessoas com contas em atraso. É considerado inadimplente quem deixou de pagar alguma conta em 90 dias.

No levantamento mensal da Serasa para apresentar os principais dados sobre a inadimplência no Brasil é trazido que o valor total das dívidas soma R$334,5 bilhões com um valor médio de R$4.731,62 por pessoa.

Na série histórica iniciada em novembro de 2016, o número atual supera março de 2020, que marcou 41,20%, quando a economia estava paralisada pelo avanço da pandemia de Covid-19.

Leia também: Brasil tem 9,2 milhões de desempregados e 4 milhões de desalentados

Apesar de mais pessoas estarem com dívidas, o crescimento dos inadimplentes tem desacelerado: eram 69,43 milhões em dezembro de 2022, 70,09 milhões em janeiro desse ano, 70,53 milhões em fevereiro até marcar os 70,7 milhões de março.

As principais pendências apontadas no estudo são:

  • 31,03% cartão de crédito;
  • 22,02% contas básicas: água, luz e gás;
  • 11,29% varejo.

Quanto ao perfil dos inadimplentes, 50,3% são mulheres e 49,7% homens. A parcela de devedores por faixa etária é de:

  • Até 25 anos: 12,5%;
  • 26 a 40 anos: 34,8%;
  • 41 a 60 anos: 34,7%;
  • Acima de 60 anos: 18%

Entre os estados com o maior nível de endividamento chama a atenção o Rio de Janeiro, que passa a ocupar a primeira posição do ranking. Veja os cinco primeiros:

  1. Rio de Janeiro – 52,65%
  2. Amapá – 52,44%
  3. Amazonas – 52,32%
  4. Distrito Federal – 51,13%
  5. Mato Grosso – 50,22%

Outro destaque é que nestes cinco estados mais da metade da população considerada pela pesquisa está endividada.

Veja o quadro completo dos estados:

Os números preocupantes trazidos no levantamento são um sinal de alerta para o governo Lula. A equipe econômica já anunciou um grande programa para a população renegociar as dívidas chamado Desenrola, porém a solução operacional para colocá-lo em prática ainda está sendo desenvolvida.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub