Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

07
Mar19

Le Monde chama tuíte de Bolsonaro sobre carnaval de “bomba escatológica”

Talis Andrade
media
 

A matéria publicada no site do jornal francês desta quinta-feira (7) informa que o vídeo compartilhado no Twitter por Jair Bolsonaro para atacar o carnaval é “obsceno e provocou mal-estar” no país. A publicação é considerada uma “bomba escatológica”, escreve a correspondente do Le Monde em São Paulo, Claire Gatinois.

A reportagem explica que o carnaval estava no fim quando, de repente, Jair Bolsonaro, teve uma “pulsão moralizadora”, mas em nenhum momento a jornalista diz que o presidente é de extrema direita. Na quarta-feira (6), informa o texto, o chefe de Estado brasileiro, que faz campanha em defesa dos valores cristãos, compartilhou o vídeo, sem citar a fonte, mostrando um homem urinando em outro durante o desfile de um bloco. Poucas horas depois, um novo tuíte presidencial perguntava: “o que é um golden shower?”, completa o artigo, informando que a expressão desconhecida por ele quer dizer uma ducha de urina. As duas publicações provocaram uma onda de reações, que chegaram até a pedir o impeachment de Bolsonaro.

_jbosco2 chuva de ouro.jpg

damares chuva.jpg

 

O texto ressalta que o carnaval é símbolo do hedonismo detestado pelas igrejas evangélicas que apoiam o presidente. Neste ano, a festa do rei momo “se mostrou cruel com Bolsonaro, que foi alvo de muitas caricaturas”.

 

“Atitude incompatível com o cargo”

 

Claire Gatinois cita o jurista Miguel Reale Junior que, em entrevista ao jornal O Globo, considerou a atitude do chefe de Estado “incompatível com a dignidade, a honra e o prestígio do cargo”. Mesma opinião tem o senador do PT, Humberto Costa. “O Brasil se transformou na piada do mundo. O país parece governado por um garoto de 12 anos, que parece não ter superado a fase anal de Freud”, comentou Chico Alencar, do Psol.

Diante das críticas dos adversários, os partidários do presidente revidaram com a hashtag #BolsonaroTemRazão.

 

“Impulsivo, agressivo e midiático”

 

A matéria termina lembrando que o presidente brasileiro adora uma polêmica e que multiplicou durante toda a sua carreira declarações homofóbicas, machistas e racistas que não o impediram de vencer as eleições de outubro de 2018. “Para desânimo de uma parte de seus conselheiros, ele não abandonou este estilo depois que assumiu o cargo máximo do país”.

A reportagem é encerrada com a queda da popularidade do presidente nas pesquisas. “Impulsivo, agressivo e midiático, Bolsonaro dá a impressão de estar sendo atropelado pelo cargo”. Entrevistado pelo jornal, o politólogo Ruda Ricci avalia que o presidente “perde aos poucos o controle da situação para os militares”.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub