Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

21
Ago19

Lava Jato pretendia construir majestoso monumento de propaganda política

Talis Andrade

Deltan Dallagnol, que desviou 2 bilhões e 567 milhões da Petrobras para gastar em propaganda contra a corrupção, desejava construir um imenso e rico monumento em Curitiba para homenagear o chefe Sérgio Moro e endeusar a Lava Jato. 

No monumento lavajista a deusa Themis da Justiça seria substituída por um símbolo fálico, um pilar majestoso e ereto. 

O-Marco-Zero-Recife-.jpg

Marco Zero, Recife

Obelisco_da_Avenida_Rio_Branco.jpg

Obelisco na Avenida Rio Branco, Rio de Janeiro

 

Sonhava Dallagnol erguer  o mais alto pilar, que representasse a república de Curitiba, a Justiça Suprema da Lava Jato, e que seria transformado em um marco da futura candidatura do incorruptível Sergio Moro a presidente do Brasil.

Dinheiro tinha demais para gastar com propaganda política, com relações públicas, com nababescos e diferentes eventos. Para tanto foi criada uma fundação, confira os nomes dos procuradores engajados. Atentem que apenas a metade assinou:

ong procurador lava jato .png

Dinheiro tinha de  sobra. No dia 30 de janeiro último, a Petrobras depositou em uma conta secreta , na Caixa Econômica Federal de Curitiba, 2 bilhões e 567 milhões. Eis a prova:

fundação lava jato.png

Foi gasta parte desse dinheiro? O ministro Alexandre de Moraes proibiu que os espertos procuradores usassem essa fortuna. Seria, apenas com o dinheiro da Petrobras, a fundação mais rica do Planeta Terra. Sem contar que existem nos céus de brigadeiro dezenas de bilhões de reais dos acordos de leniência. Tem, ainda, a dinheirama das delações premiadas. Há quem aposte em mais de uma fundação... e ongs, que nas misteriosas cousas de arrecadar grana tudo passa a ser sigiloso na divina seita da corriola de Curitiba, onde tudo é sagrado, onde todos gozam de estabilidade, de impunidade, sem lei de abuso de autoridade. 

Uma das fundações, o presidente Lula da Silva batizou com o nome de Criança Esperança, que o procurador Dallagnol fez juras e promessas de investir em caridade. 

Reportagem dos jornalistas Felipe Bächtold, da Folha de S.Paulo e Paula Bianchi, de The Intercept Brasil, revela  que Dallagnol queria erguer um monumento que também servisse de altar cívico, de fete de la Raison.

_Fete-de-la-Raison.jpg

Fete de la Raison

 

"Precisamos de estratégias de marketing. Marketing das reformas necessárias", disse o procurador Deltan Dallagnol em grupo de conversa com colegas. Vide reportagem

 Mensagens obtidas pelo site The Intercept Brasil indicam que Dallagnol alimentava a ideia de fazer um monumento símbolo da cruzada contra a corrupção.  Megalomaníaco, imaginou Dallagnol: "A minha primeira ideia é esta: Algo como dois pilares derrubados e um de pé, que deveriam sustentar uma base do país que está inclinada, derrubada. O pilar de pé simbolizando as instituições da justiça. Os dois derrubados simbolizando sistema político e sistema de justiça..."

O plano foi levado a Moro. Deltan esperava erguer o monumento na praça em frente à sede da Justiça Federal, que já virara local de atos em apoio à Lava Jato, ao impeachment de Dilma Rousseff e à candidatura de Bolsonaro a presidente. (Continua)

justica-federal-curitiba..jpg

Palácio da Justiça Federal, Curitiba

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub