Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

07
Ago19

Juíza Lebbos realiza desejo do Bolsonaro de Lula ser morto na prisão

Talis Andrade

ela justiça.jpeg

 

lebbos teleguiada.jpeg

 

por Jeferson Miola

___

A decisão da juíza Carolina Lebbos de atender pedido da Gestapo do Moro para transferir Lula “a estabelecimento localizado no Estado de São Paulo/SP” deixa Lula exposto a atentados contra sua vida.

Ela não observou as prerrogativas de segurança e proteção imanentes a um ex-presidente, assim como os critérios que devem ser observados para o encarceramento do Lula, mesmo que ilegítimo e ilegal, como é este armado por meio da farsa da Lava Jato.

A juíza Lebbos considerou “incabível o acolhimento do requerimento da Defesa para nova manifestação após consulta dos locais aptos a receber o apenado”, e decidiu-se pela transferência. Ou seja, despreocupou-se completamente com as condições da sua custódia pelo Estado.

Ela chegou ao cúmulo de sustentar que, “como já mencionado e conforme jurisprudência pacífica dos Tribunais Superiores, não possui o executado direito subjetivo ao cumprimento de pena em local de sua escolha” – o que é uma mentira deslavada.

No despacho Lebbos lavou as mãos e deixou a execução penal do Lula a deus-dará. Para ela, como se trata “de matéria que foge à competência deste Juízo, por não possuir ingerência sobre os estabelecimentos localizados naquele Estado da Federação, solicite-se ao Juízo de execução penal competente do local de destino a indicação do estabelecimento onde o apenado deverá permanecer recolhido”.

Em português claro: para Lebbos, Lula pode ser transferido para qualquer recinto penitenciário de SP, depositado em cela coletiva e sujeito a toda sorte de atentados, riscos, violência e humilhação.

O despacho da jovem doutora é uma obra-prima de anti-direito. Ela ofende e ultraja a justiça, as Leis e a Constituição.

O despacho dessa branca e curitibana juíza é, acima de tudo, um libelo que exprime a anti-humanidade e a crueldade da oligarquia dominante que não consegue controlar o ódio, a raiva e o desprezo pelo Lula nem mesmo num documento oficial do sistema de justiça.

Com esta decisão arbitrária e desumana, Lebbos concretiza o desejo incontido do Bolsonaro de Lula ser morto na prisão.

A-capa-do-livro-de-Acir.png

 

lebbos.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub