Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

18
Dez21

Itapemirim de Bolsonaro garoto propaganda suspende vôos e dono é acusado de golpe (vídeos)

Talis Andrade

www.brasil247.com -

 

Passageiros de voos cancelados são obrigados a dormir em aeroporto

 cancelamento dos voos da Itapemirim gerou uma reação em cadeia no sistema aeroportuário brasileiro. Em pouco mais de seis meses de operação, a Ita, como ficou conhecido o ramo aéreo da empresa, especializada em viação, coleciona imbróglios trabalhistas, informações equivocadas à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e, agora, coleciona série de reclamações por parte dos passageiros.

Nessa sexta-feira (17/12), a empresa mandou que as aeronaves voltassem aos hangares da companhia, inclusive aquelas que se preparavam para decolar no fim da tarde. Quem estava de passagem pelo Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, por exemplo, reclama de abandono por parte da empresa  — nos guichês, no terminal, não há mais qualquer identificação.

Dono da Itapemirim é acusado de golpe com vendas de criptomoedaswww.brasil247.com - Sidnei Piva de Jesus ItapemirimSidnei Piva de Jesus Itapemirim

Vanessa Lippelt, Congresso em Foco - O empresário e proprietário do Grupo Itapemirim, Sidnei Piva de Jesus, enfrenta mais uma turbulência após a suspensão por tempo indeterminado das operações da ITA Linhas Aéreas. Dessa vez, a Itapemirim é acusada por centenas de investidores, ao lado das empresas Extrading Exchange & Trading Platform e Future Design Solutions Ltda (FDS), de não devolver cerca de R$ 400 mil investidos nas criptomoedas CrypTour, moeda digital lançada em julho deste ano pelo grupo de transporte, e de não terem mais acesso à plataforma da Extrading, que foi retirada do ar, para pedir o resgate ou simplesmente ter acesso a informações sobre o destino do dinheiro.

De acordo com a apresentação do negócio da Cryptour, o objetivo da Itapemirim era vender 30 milhões de tokens ao valor de 1 dólar cada, prospectando, assim, 30 milhões de dólares. O negócio prometia uma valorização de 600% a cada 1 dólar investido no token nos primeiros seis meses, e 3600% após doze meses. O plano de negócio das criptomoedas previa também um programa de afiliados, onde as pessoas deveriam indicar novos investidores com a possibilidade de ganhar ate 21% sobre as operações das pessoas indicadas, como um espécie de pirâmide.

Continue lendo no Congresso em Foco

Image

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub