Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

O CORRESPONDENTE

09
Abr23

Homem é condenado nos EUA por fazer arma com as mãos

Talis Andrade
 
Marcha para Jesus: Bolsonaro fez “arminha” e prometeu abrir mão da  reeleição - OitoMeia
Alexandre Padilha - Na Marcha para Jesus, em São Paulo, Bolsonaro defende  decreto de armas. Ache o erro. | Facebook
 
Para reconquistar eleitores, Bolsonaro inflama promessas não cumpridas |  Política | iG
Após polêmica, mais uma criança faz gesto de arma com Bolsonaro - Notícias  - UOL Eleições 2018
Bolsonaro: Não vi crianças sequer serem internadas com covid-19
O olhar triste de uma criança diz tudo que a velhice podre faz que não ver
 
 
 
por Vitor Paiva
 

Em um país com índices alarmantes de violência, especialmente através do uso de armas de fogo, uma supostamente simples ameaça pode provocar verdadeiro distúrbio, e ser vista como um crime – mesmo que ela seja feita sem arma alguma, somente com a mão. Apesar dos dados se encaixarem com a realidade brasileira, evidentemente que não estamos falando do Brasil, onde imitar uma arma com os dedos foi um ícone da campanha vencedora para presidência e atualmente é uma espécie de símbolo do governo federal. Nos EUA, porém, mais precisamente no estado da Pennsylvania, um homem foi condenado a pagar uma multa e teve sua ficha policial marcada por apontar os dedos na direção de seu vizinho feito fossem uma arma.

 

O incidente aconteceu em junho de 2018, quando Stephen Kirchner, de 64 anos, passeava com sua namorada pelas ruas da cidade de Manor. Quando passaram pela casa de vizinhos com os quais já haviam tido enfrentamentos e mesmo processos jurídicos, Kirchner apontou sua “arma de mão” e puxou o gatilho imaginário. Transeuntes e espectadores que testemunharam o gesto se viram especialmente perturbados e ameaçados pelo comportamento de Kirchner – e chamaram a polícia, que informou ao aposentado que o gesto era sim uma infração. A cena foi registrada por câmeras de seguranças da rua.

“Ele apontou seu dedo como se fosse atirar em alguém. Eu chamei a polícia pois não sabemos o que pode acontecer hoje em dia”, disse a testemunha. Depois de um ano de processo, o juiz considerou que o gesto não era inofensivo, e que de fato criou um clima tóxico e perigoso entre os vizinhos, e decidiu por condena-lo por desordem e ameaça. Kirchner recorreu a uma corte superior, que manteve a condenação – que o obrigou a pagar 100 dólares de multa e mais os custos do processo, e se manter distante dos vizinhos ameaçados. Publicado in 9 • 9 • 2019 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub