Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

30
Abr20

Em apenas 3 meses, a PM de Doria matou mais de 160 negros em São Paulo

Talis Andrade

Dória-e-a-PM.jpg

Dória entrega 89 viaturas e 40 mil pistolas semi automáticas (Glock) à PM
 
 
 
Todo ano aumentam os números de assassinatos pela policia militar contra a juventude negra e pobre do país. No primeiro trimestre de 2020 a PM de São Paulo bateu recorde histórico
 
Dissolver a PM já!
 
 

Entre janeiro e março deste ano, a policia assassina do Estado de São Paulo bateu recorde histórico. A SSP-SP Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo divulgou os números trimestrais da pasta comandada pelo general João Camilo Pires de Campos. Segundo os dados, a PM do governador fascista João Dória (PSDB) matou 255 pessoas em supostos confrontos. 218 assassinatos foram cometidos por policiais em serviço e 37 por PM’s de folga. Em comparação com o mesmo período do ano passado o aumento foi de 23,2%.

No boletim também consta a informação de pessoas feridas por policiais em supostos confrontos que são de 95, o número de pessoas atingidas por policiais de folga é de 29.  Em 2019, 28 pessoas morreram após supostas resistências a PM’s de folga, e assassinadas por policiais em serviço foram 179 nos primeiros 3 meses do ano. O documento divulgado pela SSP-SP aponta que 61 cidades paulistas registraram pelo menos uma morte em decorrência de intervenção policial. A capital apresenta o maior número de vítimas com 57, seguida por Campinas, no interior do estado com 11 mortes.

As vítimas do braço armado da burguesia e da direita golpista, como não podia deixar de ser, em sua maioria são negros e pobres. Os Boletins de Ocorrência do Portal da Transparência mostram a cor da pele de 202 pessoas, mortas no primeiro trimestre de 2020. Dos documentos que trazem essa informação 64% dos assassinados eram negros e pardos, e de brancos o número é de 35,6%. Ou seja, a policia militar matou mais de 160 negros em São Paulo nos primeiros 3 meses de 2020.

Segundo reportagem da Ponte Jornalismo, os documentos indicam a idade de 128 mortos em suposta resistências. Mais da metade (68) era jovem com idades entre 18 e 29 anos, treze vítimas eram adolescentes, o mais novo era Ronaldo dos Santos tinha apenas 14 anos, morreu no dia 22 de março no Parque São Rafael, extremo da zona leste de São Paulo. 255 é o maior número já registrado pelo boletim trimestral do estado desde quando começou a ser divulgado em 1996.

Diante dos fatos, é preciso parar essa maquina de matar preto e pobre no país que é a policia militar. Quando o governador fascista João Dória veio a público dizer que a policia do seu estado ia “atirar pra matar” ele não estava mentido. No ano passado um em cada três assassinatos (33%) ocorridos me São Paulo foram praticados por policiais, de acordo com os dados divulgados pelo 13º Anuário de Segurança Pública. É preciso dissolver a PM já.

Outro número assustador divulgado pela Ouvidoria da Policia do Estado de São Paulo, é que a ROTA – Rondas Ostensivas Tobias Aguiar- aumentou em 98% o assassinato de civis em relação a 2018. 2019 foram 101 pessoas mortas, por agentes em serviço, contra 51 em 2018. Os crimes cometidos por policiais militares em serviço em 2019 também teve um aumento de 12% em relação ao ano anterior. Claro que maior parte das vítimas são os pretos.

Portanto o movimento negro e os movimentos sociais, devem mobilizar e organizar a povo nas periferias e bairros pobres das cidades, para combater e pôr abaixo toda essa politica criminosa do regime golpista e assassino que tomou de assalto o poder no país, e que vem causando um verdadeiro genocídio da população marginalizada no Brasil. Pois dentro da sociedade capitalista a perseguição e os assassinatos contra a juventude preta todos os dias escalam de forma alarmante, é preciso por um fim nessa situação.

 
 
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub