Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

21
Jan20

Demori denuncia “ação política criminosa” contra Greenwald

Talis Andrade

bolonaro alianca pelobrasil convocado gado.jpg

 

247 - O jornalista Leandro Demori, do Intercept Brasil, criticou a denúncia do Ministério Público Federal contra o o também jornalista Glenn Greenwald, que integra o mesmo site, responsável pela publicação de várias irregularidades da Operação Lava Jato. 

"Procurador usou diálogo que PF já tinha analisado e que, sobre ele, tinha escrito em inquérito: 'Não é possível identificar a participação moral e material do jornalista Glenn Greenwald nos crimes investigados'.  Isso é uma ação POLÍTICA criminosa do MPF", escreveu o jornalista no Twitter.

Vale ressaltar que, em agosto do ano passado, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes proibiu que Greenwald fosse investigado.

“Com base nesses fundamentos, concedo, em parte, a medida cautelar pleiteada, apenas para determinar que as autoridades públicas e seus órgãos de apuração administrativa ou criminal abstenham-se de praticar atos que visem à responsabilização do jornalista Glenn Greenwald pela recepção, obtenção ou transmissão de informações publicadas em veículos de mídia, ante a proteção do sigilo constitucional da fonte jornalística”, escreveu Mendes.

De acordo com as reportagens publicadas desde junho do ano passado sobre ilegalidades na Lava Jato, o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, interferia no trabalho de procuradores do Ministério Público Federal (MPF-PR), chegando, por exemplo, a sugerir acréscimo de informações na denúncia contra Zwi Skornicki, representante da Keppel Fels, estaleiro que tinha contratos com a Petrobrás.

Vale lembrar que não se faz golpe sem o "prende e arrebenta":

Cerca o gado

nos guetos

cerca o gado

nos campos de concentração

 

Que nenhuma voz

se escute

a não ser

para a louvação

da augusta beleza

do amado Führer 

 

Alavê alavê

mil anos de Reich

para o amado Führer 

[Mais poesia aqui]
 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub