Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

02
Set20

"Dallagnol foi um instrumento do entreguismo no Brasil"

Talis Andrade

lava jato república de curitiba.jpg

 

Leonardo Attuch entrevista Roberto Requião

O ex-senador Roberto Requião comentou na TV 247 a saída do procurador da República Deltan Dallagnol da chefia da força-tarefa da Lava Jato. Para o senador, o adeus de Dallagnol foi um acordo para que o procurador não fosse punido pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e, por outro lado, aliviasse a pressão sobre a operação.

"Ele não foi punido, arquivaram aquelas denúncias seríssimas contra ele, mas ele voltou à Curitiba e disse que vai sair do comando da Lava Jato para cuidar da filha. É um típico acordo para não ser escrachado, humilhado com uma punição. Eu acho até que é uma boa solução", afirmou.

Para o ex-parlamentar, não é possível comparar Dallagnol ao ex-juiz Sergio Moro. Moro, segundo Requião, foi um instrumento do entreguismo ligado aos interesses dos Estados Unidos, enquanto Dallagnol viu na lava Jato uma oportunidade para enriquecer e ganhar notoriedade às custas do País. "O Deltan foi um instrumento do entreguismo no Brasil, de direita ele é, agora aquela moralidade que ele estampa não existe. Acho que a gente percebeu isso quando ele comprou residências, apartamentinhos do Minha Casa Minha Vida para vender no mercado, tirando a oportunidade de uma pessoa pobre poder, pelo baixo valor inicial, ter acesso à sua moradia. Eu não comparo o Deltan ao Sergio [Moro], o Sergio foi um instrumento do entreguismo, instrumento ligado à CIA, aos Estados Unidos. O Deltan não, o Deltan se fascinou com as possibilidades econômicas, mas ele é de direita, só que não é entreguista".

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub