Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

17
Mar20

+ Coronavírus: Brasil registra primeira morte +

Talis Andrade

mao do mito bolsonaro .jpeg

 

Brasil registra primeira morte por coronavírus. País contabiliza 234 casos confirmados de covid-19 nesta segunda-feira. Bolsonaro volta a minimizar pandemia e diz que vai celebrar aniversário com festa. Alemanha, França e UE intensificam medidas de combate à disseminação da doença

por DW

O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar nesta terça-feira que há "histeria" na forma como a pandemia de coronovírus vem sendo divulgada e combatida. Em entrevista à Rádio Tupi, Bolsonaro também criticou medidas tomadas por governadores, que vêm cancelando eventos e fechando escolas. "Esse vírus trouxe uma certa histeria e alguns governadores, no meu entender, eu posso até estar errado, estão tomando medidas que vão prejudicar e muito a nossa economia"

"Essa histeria leva a um baque na economia. Alguns comerciantes acabam tendo problemas. Não é por que tem uma aglomeração de pessoas aqui ou acolá esporadicamente, tem que atacar exatamente isso. O cara não vai ficar em casa, vai se juntar", completou o presidente.

Nos últimos dias, Bolsonaro já havia afirmado que a pandemia de coronavírus, que provocou mais de 7.000 mortes pelo mundo até o momento, era uma "fantasia" propagada pela mídia e que a "questão do coronavírus" não é "isso tudo". Na entrevista desta terça, ele também voltou a fazer afirmações que contrariam o Ministério da Saúde, que recomenda evitar aglomerações. O presidente disse que pretende comemorar seu aniversário com uma "festinha" no próximo fim de semana.

"Agora eu faço 65 daqui a quatro dias. Vai ter uma festinha tradicional aqui até porque eu faço aniversário dia 21 e minha esposa dia 22. São dois dias de festa." No último domingo, Bolsonaro, que chegou a figurar entre casos suspeitos da doença, foi alvo de críticas por cumprimentar e tocar apoiadores em uma manifestação pró-governo em Brasília.  

Nesta terça-feira, o presidente deve ser submetido a um novo exame para detectar qualquer possível infecção pelo novo coronavírus. Na última sexta-feira, o Planalto informou que um teste inicial deu resultado negativo. Mais de uma dúzia de pessoas que estiveram com o presidente nos últimos dez dias testaram positivo.

Risco devido ao coronavírus na Alemanha é classificado como alto

O Instituto Robert Koch (RKI), a agência de controle e prevenção de doenças do governo alemão, alterou a classificação de risco à saúde da população alemã representado pelo coronavírus Sars-Cov-2 de "moderado" para "alto", afirmou o presidente do RKI, Lothar Wieler. O motivo para a nova classificação são o rápido aumento no número de casos e os alertas emitidos por clínicas e órgãos de saúde no país. De acordo com levantamento da Universidade John Hopkins, a Alemanha já registrou mais de 7,6 mil casos de covid-19 e 20 mortes em decorrência da doença.

Medidas anunciadas pela chanceler federal Angela Merkel na noite de segunda incluem o fechamento de boa parte do comércio. Apenas supermercados, farmácias, bancos, correios, postos de gasolina, lojas de produtos de higiene e de material de construção continuarão funcionando. Restaurantes podem funcionar apenas entre 6 h e 18 h, se mantiverem uma distância de segurança entre os clientes. A Alemanha recomendou ainda que viagens de turismo pelo país e no exterior sejam canceladas. Foram determinadas restrições de visitas a hospitais e asilos. "Precisamos de medidas drásticas para diminuir as infecções", disse Merkel. Leia a notícia completa

Alemanha planeja repatriar cidadãos e desaconselha viagens

O ministro do Exterior alemão, Heiko Maas, anunciou um plano para repatriar milhares de turistas alemães retidos em países estrangeiros devido à crise do coronavírus. Segundo Maas, 50 milhões de euros serão disponibilizados para o programa de repatriação. O governo alemão fará todo o possível para trazer as pessoas afetadas de volta à Alemanha nos próximos dias e está em contato com companhias aéreas.

Os primeiros a serem repatriados devem ser os alemães que se encontram em regiões particularmente afetadas pelo coronavírus, incluindo Marrocos, Egito, República Dominicana, Filipinas e Maldivas.

Maas também desaconselhou viagens turísticas por todo o mundo para evitar que mais cidadãos alemães fiquem retidos no exterior.

Volkswagen anuncia suspensão da produção

A montadora alemã Volkswagen anunciou que suspenderá a produção de veículos na grande maioria de suas fábricas na Alemanha e no restante da Europa a partir de sexta-feira. Os trabalhos deverão ser interrompidos por até três semanas. Transcrevi trechos

a-tarde-bahia 17 coronavírus.jpg

jornal-nh-17m coronavirus.jpg

o-globo-17m coronavirus .jpg

o-dia-17m coronavirus.jpg

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub