Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

05
Mar19

Boneco de Bolsonaro é recebido em Olinda com vaias, latas de cerveja e pedras de gelo

Talis Andrade

O bonequeiro disse que pela primeira vez em 11 anos estava com medo de desfilar

michele bolsonaro boneco .jpg

 

Forum - Os foliões de Olinda (PE) receberam, nesta segunda-feira (4), o boneco gigante do presidente Jair Bolsonaro com vaias, latas de cerveja e pedras de gelo.

.

Ao lado da escultura que representa a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o “Jairzão” puxou o cortejo de cem gigantes.

.

Ao longo do desfile os foliões vaiavam e entoavam o verso mais repetido neste Carnaval na cidade: “ai, ai, ai, Bolsonaro é o carai”.

.

Os seguranças contratados pela Embaixada dos Bonecos Gigantes chegaram a ameaçar diversas vezes alguns foliões com spray de pimenta. Pelo menos duas vezes foi preciso parar para limpar a escultura.

.

O auxiliar de serviços gerais Natan José de Oliveira, 23, disse à reportagem ainda na concentração do bloco que pela primeira vez em 11 anos estava com medo de desfilar como bonequeiro.

.

Eleitor declarado de Bolsonaro, durante o cortejo ele respondia às críticas dançando e rodando o boneco de 20 quilos.

.

A expectativa é de que o boneco de Bolsonaro volte à folia pernambucana nesta terça-feira, no Recife Antigo, onde a partir das 16h, pelo menos 15 blocos líricos se apresentarão no polo do Marco Zero.

 

Em alguns dos momentos de maior exaltação, na tentativa de conter a reação popular, a PM interveio para dar apoio aos seguranças particulares contratados pelos organizadores

bolsonaro bonecos gigantes bolsonaro.jpg

 



por Pedro Moreira, O Estado de S.Paulo

 Nem mesmo o esquema de segurança reforçado evitou que os bonecos gigantes representando o presidente Jair Bolsonaro e a primeira dama, Michelle, fossem alvo de uma chuva de vaias e latas de cerveja, refrigerante e até pedras de gelo, na manhã desta segunda-feira, 4, durante o tradicional desfile pelas ladeiras de Olinda.

.

Em alguns dos momentos de maior exaltação, na tentativa de conter a reação popular, a PM interveio para dar apoio aos seguranças particulares contratados pelos organizadores.

.

De acordo com foliões que acompanhavam o bloco, em pelo menos duas ocasiões, a PM lançou spray de pimenta no público.

.

O arquiteto João Freitas, 50, reprovou a presença dos calungas da família Bolsonaro no desfile. "Achei uma bobagem a organização insistir em colocar os bonecos do presidente e da primeira-dama para desfilar. Todo mundo que conhece o Carnaval de Olinda sabe que ele não é bem-vindo na festa, que sempre teve um caráter de crítica política muito forte. Acabou criando uma tensão desnecessária", afirmou.

.

Já a pedagoga Lídia Soares, 41, aprovou os novatos. "O Carnaval das ladeiras de Olinda é democrático. Não tem porque proibir nada. A reação do público deixou claro que aqui não tem espaço para Bolsonaro, mas o boneco só fez animar ainda mais a festa", contou.

 

Pela 1ª vez há a homenagem para a primeira-dama

jairzao boneco .png

 



por Marina Barbosa

.

O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle viraram bonecos gigantes para participar do carnaval de Pernambuco. “É uma tradição representar os presidentes. Temos Lula, Dilma e Temer, além de Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, Collor, Marechal Deodoro, Itamar Franco, Getúlio Vargas e Fernando Henrique Cardoso, porque nossa intenção é transformar a história do Brasil em bonecos gigantes”, explica o artesão Leandro Castro, que sempre pede autorização dos homenageados.

.

Neste caso, a brincadeira foi autorizada pelo governo, conta Castro, mostrando, com orgulho, o áudio do presidente recebido pelo WhatsApp. “Parabéns pela sua criatividade, externando através de bonecos de personalidades. E você fez a minha também. Meu muito obrigado pelos seus votos de que dê tudo certo no nosso governo.”

.

Castro ainda aproveitou a ocasião para perguntar se poderia completar a homenagem com um boneco de Michelle Bolsonaro. “Não tínhamos a tradição de fazer a primeira-dama, mas pensamos que poderíamos começar com Michelle, porque me impressionou muito a atuação dela na posse de Bolsonaro, com a linguagem de sinais”, explicou o artesão, que também não demorou a receber apoio da primeira-dama.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub