Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

09
Ago18

Aumento salarial de 16,38 por cento para os golpistas

Talis Andrade

 

duke- tedo juiz.jpg

 

 

 

Você funcionário público professor, engenheiro, cientista, médico, enfermeiro, assistente social, psicólogo, químico, físico, agrônomo, veterinário, jornalista, arquiteto... Você bacharel, mestre, doutor...  Você não é nada comparado com um divino juiz.

 

Vivemos em um regime capitalista, e o salário indica quem você é.

 

Seu teto salarial vale um auxílio moradia de um juiz? 

 

Nestes próximos vinte anos seu salário está congelado pelo teto de gastos (regra que limita o crescimento das despesas à variação da inflação). Lei que não vale para o judiciário.

 

Todo togado recebe além do teto permitido mais penduricalhos mil.

 

Sobre esse salário fora da lei a justiça vai ter um aumento 16,38%. Um escárnio dos golpistas, que este foi um aumento negado por Dilma Rousseff.

 

Publica hoje a Folha de S. Paulo, que é um jornal porta-voz do golpe:

 

A maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) aprovou, nesta quarta-feira (8), uma proposta orçamentária para 2019 que prevê reajuste salarial de 16,38%. 

 

A proposta orçamentária deve ser enviada ao Congresso ainda neste mês. O reajuste para os magistrados só passará a valer se o Legislativo o aprovar. O índice de 16,38% era pleiteado pela magistratura desde 2015.

 

O salário de um ministro do Supremo é o teto do funcionalismo público e hoje está em R$ 33,7 mil. Com o índice poderá ir para R$ 39,3 mil.

 

Os ministros Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Luiz Fux votaram a favor da inclusão do reajuste na proposta orçamentária do próximo ano.

 

Já os ministros Cármen Lúcia, Celso de Mello e Rosa Weber foram contrários. Faltam votar Edson Fachin e Alexandre de Moraes.

 

Se passar no Legislativo e for sancionado pelo presidente da República, o reajuste terá impacto sobre os salários de juízes e membros do Ministério Público de todo o país (o chamado efeito-cascata). 

 

Tem mais: todo juiz se aposenta como desembargador, e todo desembargador com o salário de ministro. É bom demais!

 

Esse "se" da Folha não existe.

 

O Congresso frouxo dirá sim, senhor! para tudo que venha do STF, do STJ, do STM, do TSE, e da Lava Jato de Curitiba.

 

Antes do golpe, o teto era o salário do presidente da República.

 

veronezi salario juiz stf.jpg

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub