Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil

O CORRESPONDENTE

18
Jul18

Adiantado estado de putrefação de um poder entregue à anarquia, com o objetivo de impor a Lula o direito penal do inimigo

Talis Andrade

Prisão de Lula e o caráter das pessoas

_justice___dariusz_dabrowski.jpg

 


por Bepe Damasco

---

Na verdade, Lula não responde a nenhum processo que mereça ser visto como tal. O ex-presidente é vítima, isto sim, da maior fraude da história do judiciário brasileiro e de um cerco criminoso cuja articulação envolve instituições do Estado brasileiro e agentes do governo estadunidense, além de outras ramificações internacionais.

 

Entretanto, definitivamente não gosto da palavra de ordem “Cadê as provas?” cunhada para enfrentar a condenação sem crime de Lula. Fica a impressão de que ele foi capaz esconder as provas. O caso é bem mais grave : Lula é alvo de uma ignomínia, palavra da língua portuguesa cujo significado, infâmia pública, é a mais perfeita tradução do calvário vivido por ele nesta quadra terrível da história do país.

 

Mesmo com o ônus da prova cabendo ao acusador, é sempre importante repetir que a defesa de Lula reuniu provas cabais de que o malfadado triplex pertence à OAS. A empreiteira incluiu o imóvel em sua lista de bens a serem penhorados num processo de execução de dívida junto à Caixa Econômica Federal. Não sei por que motivo a militância da esquerda raramente usa esse argumento demolidor.

 

Na guerra das narrativas entre os democratas e os golpistas, também é pouco utilizado um episódio que desnuda a caçada ao ex-presidente: Moro, por ocasião do interrogatório a Lula em Curitiba, perguntou-lhe sobre as obras no triplex, especialmente a instalação de um elevador privativo. Mas o Brasil logo saberia por que Moro negara todos os pedidos dos advogados de Lula para a realização de uma perícia.

 

A ocupação do apartamento do Guarujá pelo MTST mostrou a que ponto pode chegar um sistema de justiça corrompido como o nosso. E os acontecimentos de 8 de julho são eloquentes quanto ao adiantado estado de putrefação de um poder entregue à anarquia, com o objetivo de impor a Lula o direito penal do inimigo. Garantias constitucionais que valem para todos, não valem para ele.

 

Submetido ao isolamento de uma prisão ilegal e inconstitucional, Lula enfrenta de cabeça erguida seu martírio como preso político da era lavajateana. Mas sua resistência contribui para que um número cada vez maior de pessoas forme opinião crítica a Moro e seus procuradores fascistas.

 

Dia desses ouvi com enorme satisfação um comentário de uma senhora para uma amiga dentro do vagão do Metrô : “Não sou da política, mas não entendo essa acusação de que Lula é chefe de organização criminosa. Como pode o poderoso chefão se contentar com uma porcaria de um apartamento e um sitiozinho ? Precisa ser bem burrinho para acreditar nisso. Ainda mais quando se vê todo dia gente acusada de roubar verdadeiras fortunas.”

 

É por essas e por tantas outras que o juízo que a pessoa faz do caso Lula serve como parâmetro de avaliação de seu caráter. Tirando quem não tem qualquer acesso à informação minimamente independente e que teve o coração e a mente capturados pela mídia da Casa Grande, os que teimam em se somar ao linchamento midiático-judicial a Lula revelam forte indício de desvio de caráter. É isso.

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub