Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O CORRESPONDENTE

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

Os melhores textos dos jornalistas livres do Brasil. As melhores charges. Compartilhe

O CORRESPONDENTE

31
Jan18

FARSA DOS JULGAMENTOS DE MORO E TRF-4: Pena de corrupção passiva só pode ser usada contra funcionários públicos e Lula deixou a presidência em 2010

Talis Andrade

 

Em 19 minutos, Flávio Dino faz picadinho de Moro e dos desembargadores do TRF4

 

AUTO_simch-1.jpg

 

por Renato Rovai

___

Ontem (29), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), primeiro colocado no concurso para juiz que teve Sérgio Moro como um dos candidatos e ex-presidente da Associação de Juízes Federais do Brasil (Ajufe), precisou de apenas 19 minutos em palestra realizada no Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, em São Paulo, para desmontar a farsa da condenação do ex-presidente Lula.

 

Dino, antes de mais nada, fez questão de registrar que a narrativa da Lava Jato começa com a denúncia do Departamento de Estado dos EUA de tráfico de drogas que passava pela lavagem de dinheiro num posto de gasolina em Brasília. E que a partir daí chegou-se ao apartamento no Guarujá que, por conta de uma reportagem de O Globo, é dado como sendo do ex-presidente Lula.

 

Não há um prova, nada a respeito que não seja a reportagem de O Globo, por isso ela é sempre citada como prova tanto pelos promotores como pelos juízes que já avaliaram o caso.

 

Dino vai além: “Imaginemos que a OAS tivesse acenado com um presente para Lula e que ele tivesse pensado em aceitar, mesmo assim não seria crime. Se você pensar em matar alguém, comprar uma arma para matar alguém, mas não vier a matá-lo, você não é um assassino. Se o apartamento não está no nome de Lula e nem sequer no nome de um laranja dele, não há crime”. 

 

Outro dado fundamental apresentado por Dino para demolir as bases da condenação de Lula é a de que a pena mais dura que ele recebeu foi de corrupção passiva – sendo que a corrupção passiva só pode ser usada contra funcionários públicos. Mas o caso do apartamento é posterior a 2010, quando Lula já não era mais presidente da República.

“Algumas milhares de páginas do Direito brasileiro produzidas nos últimos 300 anos foram rasgadas para condená-lo por corrupção passiva”, disse. E, segundo ele, os desembargadores ainda aumentaram a pena porque senão o crime prescreveria, o que é um absurdo do ponto de vista legal. “Esse consenso inusitado é algo que nunca vi. Se a pena não me serve, aumenta-se a pena. Isso não é justiça.”

 

Dino considera que não há muito a fazer do ponto de vista jurídico no curto prazo em nível internacional. Que é importante denunciar os abusos, mas que isso não tende a mudar as decisões que estão sendo tomadas. De qualquer maneira, acredita que ainda é possível reverter a pena em instâncias superiores ou, no limite, conseguir liminar em caso de prisão de Lula. “A força bruta utilizada no processo talvez seja a fraqueza da decisão”, pontua.

relator-tucano.jpg 

O governador é absolutamente contra debater plano B em relação à candidatura Lula. “Quem fala em Plano B é porque já escolheu seu Plano A e ele não é Lula.” E disse que depois da sentença viajou para o interior do Maranhão e viu um povo completamente decepcionado e triste com o que ocorreu. “Principalmente os mais velhos parecem estar órfãos. É algo tocante conversar com essas senhoras e senhores e vê-los falando do que estão fazendo com o Lula”.

 

Dino acha que é preciso debater a exposição dos juízes no Brasil e que não há nada semelhante ao que ocorre aqui em qualquer país do mundo. “Ou nós somos o que há de mais avançado em judiciário ou estamos no caminho errado. Eu tendo a ficar com a segunda opção.”

 

O governador do Maranhão não vê possibilidade de qualquer saída política que não seja pelo campo institucional. “O jogo institucional é essencial, por mais complicado que esteja disputar neste espaço, porque não existe via insurrecional no Brasil.”

 

bolsonaro 2.jpg

 

Por fim, Dino comentou sobre a candidatura Bolsonaro. “Mutatis mutandis. O Bolsonaro é o nosso Hittler, o nosso Mussolini. É a caixa de comentários do Facebook que caminha por aí fazendo campanha e falando aquelas coisas que a gente lê e se assusta”.



31
Jan18

A resposta indecente dada pelo juiz Marcelo Bretas sobre o auxílio-moradia. Vai para o Jornal Nacional?

Talis Andrade



por Reinaldo Azevedo

 

Sou grato à moral realmente elevada expressa pelo buliçoso — e meio belicoso — juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, um dos Três Mosqueteiros de um novo padrão de Justiça que nem sempre tem, a meu juízo, nas leis os seus parâmetros e os seus limites. Deles todos, pode-se dizer uma coisa sem medo de errar: é gente que não liga, vamos dizer, para as formalidades. E, está convencido este leigo, direito sem “forma” é arbítrio. Ponto. Sim, este parágrafo tem de lembrar os respectivos nomes dos Três Mosqueteiros, que eram e são quatro: além de Bretas, há, por óbvio, Sérgio Moro, escoltado por Vallisney de Souza, da 10ª Vara Federal de Brasília, e Ricardo Soares Leite, juiz-substituto na mesma Vara.

 

AUTO_jarbas-2.jpg

 

 

 

a-resposta-indecente-dada-pelo-juiz-marcelo-bretas

a-resposta-indecente-dada-pelo-juiz-marcelo-bretas

 

Ainda voltarei ao assunto, é claro! Agora, fica o registro. O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) questionou no Twitter o juiz Bretas sobre o fato de ele e mulher, ambos juízes e com propriedade no Rio, receberem, auxílio-moradia, contra orientação do Conselho Nacional de Justiça. Segue a mensagem do deputado, acompanhada de duas respostas do juiz.

 

Eis aí: para o doutor Bretas, de saída, tudo o que a lei autoriza é, automaticamente, moral. Perguntem a ele se ele acha morais as salvaguardas de que gozam os políticos. E ele dirá que não. Como não deve achar as regras que garantem a dignidade dos presos. Ou Sérgio Cabral não teria passado por aquela humilhação desnecessária.

 

Repito: os mais de três anos de vigência do auxílio-moradia para todos os juízes e membros do Ministério Público já custaram aos cofres públicos algo em torno de R$ 4 bilhões. A Lava jato e seus filhotes jamais vão recuperar esse dinheiro.

 

Mas Bretas segue sendo um de nossos mosqueteiros.

 

Nossos?

Só se for deles. Meu, ah, ele não é.

A propósito: o tema bilionário vai para o Jornal Nacional?

31
Jan18

ASSOCIAÇÃO DE JUÍZES EMITE NOTA SURREAL AFIRMANDO QUE QUEM É CONTRA O AUXÍLIO MORADIA É A FAVOR DA CORRUPÇÃO: No estilo “Judiciário, ame-o ou deixe-o”

Talis Andrade

o salário dos deuses e o povo com fome .jpg

por Fábio St Rios

 

A inacreditável nota do Juiz Federal, Fabrício Fernandes de Castro, presidente de AJUFERJES é o exemplo da sociedade de castas que se estabeleceu no Brasil. Com salários que podem ultrapassar os R$ 100 mil, a nota que defende Marcelo Bretas na defesa do “direito” de receber suas mordomias somadas com a sua esposa, em auxílio moradia que ultrapassar R$ 10 mil, cada um, é uma aberração. As afirmações contidas na argumentação do juiz são surreais, principalmente quando fala de um estado falido, em termos de serviços sociais, filas em hospitais e outros problemas. E por que é surreal? Justamente, por que frente aos salários ridículos da saúde e da educação, além do déficit de profissionais, apenas a renda de um juiz poderia bancar 40 professores ou enfermeiros com os ganhos miseráveis atuais. Portanto, cada juiz custa uma escola de ensino médio por mês e a renda do juiz não é solução, menos ainda o auxílio moradia, é sim a raiz do problema.

 

A renda de um juiz brasileiro é uma das mais altas do mundo, tornando a justiça “tupiniquim” a mais cara e ineficiente do planeta. O golpe que estamos vivendo, advém diretamente desses altos salários, que criou o distanciamento dessas pessoas, da realidade e da miséria que cerca e que é a nossa sociedade. Afinal, vale lembrar que o último recurso do Impeachment de Dilma Rousseff nem foi julgado no STF, que é ocupado por deuses e não juízes. Para piorar, afirmou categoricamente que quem é contra seus privilégios, é a favor da corrupção, no melhor estilo, somos todos juízes honestíssimos. A conclusão da nota, deveria ser “Judiciário, ame-o ou deixe-o”.

 

Inimputaveis, não tem o respeito de ninguém, mas o medo e o temor de uma estupidez qualquer. Um juiz, pode fazer tudo contra uma pessoa, matar indiretamente uma ex-primeira-dama, destruir uma família, destruir irreversivelmente uma vida e sentenciar uma pessoa à prisão por tempo indeterminado. Juiz, não é respeitado, é temido. Juiz, portanto, é deus e eles sabem disso, veja abaixo a nota que uma entidade do “sagrado” enviou aos mortais:

 

lei divina.jpg

 

31
Jan18

FARSA DOS JULGAMENTOS DE MORO E TRF-4: Pena de corrupção passiva só pode ser usada contra funcionários públicos e Lula deixou a presidência em 2010

Talis Andrade

Em 19 minutos, Flávio Dino faz picadinho de Moro e dos desembargadores do TRF4

Ontem (29), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), primeiro colocado no concurso para juiz que teve Sérgio Moro como um dos candidatos e ex-presidente da Associação de Juízes Federais do Brasil (Ajufe), precisou de apenas 19 minutos em palestra realizada no Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, em São Paulo, para desmontar a farsa da condenação do ex-presidente Lula.

Dino, antes de mais nada, fez questão de registrar que a narrativa da Lava Jato começa com a denúncia do Departamento de Estado dos EUA de tráfico de drogas que passava pela lavagem de dinheiro num posto de gasolina em Brasília. E que a partir daí chegou-se ao apartamento no Guarujá que, por conta de uma reportagem de O Globo, é dado como sendo do ex-presidente Lula.

 

Não há um prova, nada a respeito que não seja a reportagem de O Globo, por isso ela é sempre citada como prova tanto pelos promotores como pelos juízes que já avaliaram o caso.

 

 

 

30
Jan18

Temer trambiqueiro

Talis Andrade

 

Quem-quer-dinheiro.jpg

 

Michel Temer (MDB) disse nesta segunda-feira (29), em entrevista à rádio Bandeirantes, de São Paulo, que não vai admitir "mais que se diga impunemente que o  presidente é trambiqueiro".

 

"Meus detratores estão na cadeia ou desmoralizados", ameaçou.

Temer também concedeu entrevista aos "jornalistas" que mais faturam na tv: Ratinho e Sílvio Santos.

 

Sílvio Santos ganhou da didatura militar de 64 duas redes de tv: a SBT e a Record, que vendeu para os bispos Edir Macedo e Marcelo Crivella, em um duvidoso negócio com dinheiro fornecido pelo tráfico de drogas da Colômbia.

 

No final da entrevista com Sílvio, Temer deu 50 reais para o bilionário apresentador. Puro deboche de quem compra deputados para votar. 

 

Informa 247: Temer já investiu 12 bilhões na compra de parlamentares.

 

AUTO_pater-4.jpg

 

AUTO_bira.jpg

 

Silvio-Santos-e-Michel-Temer.jpg

 

AUTO_aroeira-2.jpg

mario-3.jpg

 

 

 

 

30
Jan18

Para prender Lula nem o STF escapa do terrorismo da direita volver

Talis Andrade

novela-pega-pega-ja-acabou.jpg

Os da extrema direita Diogo Mainardi e Mario Sabino orquestram a politização da Justiça: “O STF mandou um recado ao PT: se alguma chance existe de a corte soltar Lula caso ele seja preso, ela pode desaparecer caso a legenda suba o tom de suas críticas contra o Judiciário'. A resposta de Lula foi entrar com mais um recurso na ONU contra a Lava Jato. O quadrilheiro sabe que o STF já decidiu enterrar sua candidatura. E que a maioria dos ministros topa também mandá-lo para a cadeia".

 

Inacreditável que o STF (Supremo Tribunal Federal) mande ameaças para o PT ou qualquer outro partido ou mantenha na corte moleques-de-recados.

 

Todo o alvoroço visa responder a entrevista concedida à Folha publicada na segunda (29), da presidente do PT. Gleisi Hoffmann repetiu que confia nas cortes superiores.

 

“Não acredito que a corte suprema vai deixar acontecer uma barbaridade dessas. Seria uma violência não só contra o Lula, mas contra a democracia e o povo brasileiro, pela representatividade que ele tem no país”, disse a senadora. Gleisi também disse que o STF colocará “as coisas nos eixos”, ao criticar o TRF4 ter condenado o ex-presidente “sem provas”.

AUTO_lane-3.jpg

 

A possibilidade de Lula fazer greve de fome na prisão caso seja detido por muito tempo já começa a ser aventada por apoiadores dele. O ex-presidente fez uma greve de fome quando foi preso pela ditadura, em 1980. 

 

A informação é da coluna de Mônica Bergano, acusada de ser petista porque reproduziu afirmações do advogado Rodrigo Tacla Durán, que trabalhou para a Odebrecht,  afirmando que um amigo do juiz Sérgio Moro teria solicitado vantagens para conseguir um acordo de delação vantajoso.

 

O juiz Sérgio Moro emitiu nota em que afirma que a jornalista baseou seu artigo unicamente no relato de um acusado foragido (Tacla Durán reside na Espanha): "uma matéria jornalística irresponsável para denegrir-me".

 

Delação de acusado preso merece crédito e prêmios vários. De acusado livre e sem medo, por ter cidadania espanhola, não passa de mentira, falso testemunho, coisa do demo.

 

Tacla denunciou milionário esquema de venda de sentenças e de prêmios para delações. 

 

Engraçado Moro, que se acostumou a ser endeusado pela mídia vendida,  entreguista e golpista.  

PataxocartoonsDiferenca moro delação premiada al

 

 

30
Jan18

Vídeo com ‘homens nus da cintura pra cima’ pode derrubar Cristiane a protegida de Temer

Talis Andrade

mariano-3.jpg

AUTO_son-1.jpg

 

 

Em meio a um enorme impasse político, em função da impossibilidade de tomar posse no Ministério do Trabalho, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) resolveu aproveitar a folga e gravar um vídeo, durante um descontraído passeio de iate, acompanhada de quatro homens, para se defender: “Todo mundo pode pedir qualquer coisa abstrata na Justiça, ainda mais a Justiça do Trabalho. Eu juro pra vocês que eu não achava que tinha nada pra dever para essas duas pessoas que entraram contra mim. E eu vou provar isso em breve”.

AUTO_thiagolucas2-2.jpg

 

maringoni.jpg

 

A posse da filha de Roberto Jefferson foi suspensa pela presidente do Supremo Tribuna Federal (STF), Cármen Lúcia. A ministra Cármen analisou uma reclamação movida por um grupo de advogados, que contestou no STF a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que havia liberado a posse de Cristiane Brasil. O grupo, o mesmo que conseguiu nas primeiras instâncias barrar a deputada de assumir a pasta, alega que a nomeação da filha de Cristiane contraria o princípio da moralidade, determinado pela Constituição, por causa de condenações que Cristiane Brasil sofreu na Justiça Trabalhista.

 

 

Cristiane Brasil quer um ministério para ajudar os descamisados de sua lancha. Por Carlos Fernandes: A caricata postulante ao ministério do trabalho do governo Temer conseguiu, em exatos 53 segundos, dar uma demonstração pedagógica acerca do pensamento classista brasileiro preservado dos tempos em que navios negreiros ainda aportavam no litoral desse país.

 

O presidente Michel Temer (PMDB) defendeu o nome da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o Ministério do Trabalho e criticou o fato de a posse ter sido barrada pela Justiça. 

29
Jan18

É DE TEMER OS HOSPITAIS OFERECEM A MORTE

Talis Andrade

 

904 mil pessoas esperam por um cirurgia no SUS

A demora pode chegar a doze anos

 

Depois de tanta espera um encontro com a morte.

É o que oferece o governo golpista de Temer. 

BRA^ES_AT-2.jpg

 

BRA_AGAZ-4.jpg

 

A Polícia Federal faz de conta que vigia os portos e aeroportos.

 

O Brasil é uma porteira aberta.

 

 

Tudo entra: drogas com destaque para o helicoca do senador Perrella, armas, contrabando de bebidas, de remédios etc etc etc.

 

 

Tudo sai: ouro, diamantes, minérios, notadamente o nióbio dos senadores Aécio e Jucá, plantas medicinais, madeira nobre (remember o esposo de Marina Silva), água etc etc etc 

 

29
Jan18

O responsável pela febre amarela em São Paulo

Talis Andrade

 

BRA_FDSP-2.jpg

 

 

A desconhecida lista dos mortos pela peste 

Joao-Doria-Vacina-1.jpg

 Doria, o voo da morte 

 

Michel Temer (PMDB) vai terminar culpando o privatista ministro da Saúde Ricardo Barros que culpa o governador Geraldo Alckmin (PSDB) que culpa o prefeito João Doria (PSDB).

 

A corrupção ronda o Ministério, as secretarias estadual e municipal da Saúde, e a verdade terminará enterrada em alguma cova rasa de um morto anônimo.

 

In Wikipédia: Em cada ano, a febre amarela causa 200 000 infeções e 30 000 mortes, das quais cerca de 90% ocorrem em África. 

 

Existe uma vacina segura e eficaz contra a febre amarela. Alguns países exigem que os viajantes sejam vacinados. Entre outras medidas para prevenir a infeção, está a diminuição da população dos mosquitos que a transmitem.

 

Em áreas onde a febre amarela é comum e a vacinação pouco comum, o diagnóstico antecipado e a vacinação de grande parte da população é essencial para prevenir surtos.

 

O tratamento de pessoas infetadas destina-se a aliviar os sintomas, não existindo medidas específicas eficazes contra o vírus. A segunda fase da doença, mais grave, provoca a morte de metade das pessoas que não recebem tratamento.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub