Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

28
Nov17

Os gigolôs das cortes palacianas comem bilhões

Talis Andrade

Quantos bilhões o Brasil gasta para sustentar as filhas solteiras maiores das altas castas do executivo, do legislativo, do judiciário?

 

Eternamente solteiras. Que, inclusive, sustentam gigolôs com a pensão herança.

 

São milhares e milhares de parasitas. De teúdos e manteúdos.  

 

Da Gazeta do Povo:

Previdência: as fabulosas pensões das filhas solteiras do Congresso

Enquanto os trabalhadores digerem uma reforma da Previdência bastante dura – com aumento de tempo de contribuição e redução no valor da aposentadoria –, o poder público mantém para os seus servidores um benefício criado na década de 1950: a pensão para as filhas solteiras maiores. Elas consomem anualmente cerca de R$ 3 bilhões dos cofres públicos. Os maiores benefícios, que superam os R$ 30 mil brutos, são pagos pelo Congresso Nacional. Entre os servidores públicos da União há cerca de 52 mil pensionistas nessa categoria. Leia aqui

 

Em 2013, Rafhael Gomide assinou reportagem publicada pela revista Época:

 

As filhas de servidores que ficam solteiras para ter direito a pensão do Estado

maitê.jpg

A mais famosa beneficiada a atriz Maitê Proença, que bateu panela pelo golpe e contra a corrupção. Ela nega ter sido casada

As pensões a filhas solteiras de funcionários públicos consomem por ano R$ 4,35 bilhões do contribuinte – e muitas já se casaram, tiveram filhos, mas ainda recebem os benefícios. Leia mais 

 

Transcrevo mais notícias sobre a chamada bolsa família Vuiton aqui

 

Receber o mínimo do mínimo como salário, ou aposentadoria, ou pensão é violência e humilhação. Compare aqui

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D