Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

11
Out17

Quanto custa um general?

Talis Andrade

Governo corta sete generais do Exército para economizar R$ 2,3 milhões. Esse título de uma notícia jornalística impressiona, por informar que o número de oficiais-generais vai retrair de 154 para 147.  É a tesoura do governo Temer e do seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. A formação de oficiais também será afetada, e o efetivo total cairá 10% em curto prazo.

 

Coisa de um governo mei reles, isto é,  do Henrique.  

 

Agora compare com o Brasil dos togados. Dos tribunais estaduais e federais de primeira, segunda e terceira instâncias com milhares e milhares de juízes, centenas e centenas de desembargadores. Mais os ministros superiores. Do Supremo Tribunal Federal (STF), Superior Tribunal de Justiça (STJ), Tribunal Superior do Trabalho (TST), Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Superior Tribunal Militar (STM).

 

Tem o mistério, o invento ou milagre brasileiro do Tribunal de Contas da União (TCU). Ostenta o nome de tribunal mas não é tribunal, tanto que os "ministros" são chamados de conselheiros. Um "tribunal" de faz de conta. Faz de conta que faz as contas. Juristas entendem que o Tribunal de Contas é um órgão integrante do Poder Legislativo. Meros assessores parlamentares. De uma coisa se pode ter certeza: Todos ganham fortunas mensais. São deputados e senadores aposentados porque perderam os votos. Para entrar no TCU não é preciso povo. Basta uma canetada.

   

Acrescente que o Distrito Federal e os 26 estados brasileiros possuem tribunais próprios de justiça e de contas e das polícias militares. Cada tribunal, o seu palácio e cortes. Luxuosas cortes. Cortes com consultores, procuradores, promotores, assessoras, assessores, delegados emprestados, Marias Candelária e lindas estagiárias, que a beleza é necessária.  

 

justiça deusa pequena Alex Falco Chang.jpg

Ilustração Falco Chang 

 

 

Se o Brasil marcha com 147 generais, espantoso dizer que somente o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo ajunta trezentos e sessenta desembargadores (360), e todos, e todos ganham acima do teto constitucional. Cada desembargador recebe muitas vezes mais do que um general.

 

Não sou contra ninguém receber dinheiro além da conta. E sim contra receber de menos. Que o salário mínimo do brasileiro quase não passa dos novecentos reais. Os acrescidos 37 reais apenas para dar a ilusão de que é mais de novecentos, quase perto dos mil. Quase. 

 

Eis a cruel desigualdade: o brasileiro em geral tem um salário de

 

937 reais.
Ou 252 euros.
Ou apenas 296 dólares.

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D