Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

O CORRESPONDENTE

24
Jul17

Lupe Cotrim Garaude

Talis Andrade

lupe.jpg

No ar suspensa
teia tecendo
seu íntimo movimento.

Aranha movendo-se fora
ao percorrer-se dentro.

Fagulha de brisa,

corte no vento,
impulso nos passos de ar

em que si mesma
a aranha pode sustentar.

Coreografia aérea,
sedoso equilíbrio
subindo da terra.

Frágil teia transparente
inventando um céu
em qualquer lugar.

Fios prateados
que o olhar desenha
sem poder caminhar.

Quisera ter
tamanha seda,
para criar um novo chão
entre a altura
e a solidão

 

 

 

---

Álbum Por que as poetisas são lindas?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D