Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

Por que o brasileiro continua um analfabeto político? Como conviver com a ameaça de uma intervenção militar? Este Correspondente tenta buscar respostas na leitura dos jornais

O CORRESPONDENTE

08
Ago17

Era mais romântico o tempo que sapo virava príncipe

Talis Andrade

6 rainha elizabeh.jpg

Esta linda jovem envelheceu, que ninguém pode parar o tempo mesmo sendo rainha de um império. Mas acreditar que seja um réptil como estão espalhando os sensacionalistas, faz parte do que chamo de velhofobia.

 

O preconceito moderno considero tão hediondo que chega ao absurdo da figuração de Deus, na Santíssima Trindade, não é mais de um ancião de longa barba branca.

 

A notícia não é nova. Pela versão do portal de notícias americano yournewswire.com, o presidente russo Vladimir Putin disse aos colaboradores mais próximos que acredita que a rainha Elizabeth II (foto) não seja humana, e sim uma reptiliana capaz de mudar de forma.

 

Putin encontrou a Rainha no 70º aniversário do desembarque do Dia D na Normandia, França, em 2014. Ele foi amplamente criticado pelos meios de comunicação ocidentais por não ajudar a monarca a subir as escadarias do monumento comemorativo.

 

Putin propositadamente ficou longe da rainha, porque teria testemunhado os momentos onde ela mudava de forma:

 

"A rainha tem um rosto reptiliano de uma cor cinza prateada. Ela se moveu entre esta forma e seu estado humano três ou quatro vezes. Suas mãos se transformaram em mãos de réptil. Quando ela sorriu seus dentes eram nítidos e brilhavam.”

 

Prefiro o conto infantil do sapo que vira príncipe, a lenda folclórica do boto que seduz lindas donzelas, que as horrendas histórias modernas de ETs governando o mundo, da baleia azul provocando o suicídio de crianças e adolescentes.

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D