Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

O CORRESPONDENTE

01
Set17

de Patrícia Alves

Talis Andrade

 

patrícia alves.jpg

 

 

 

Eu vejo na televisão
a violência assolar meu povo com prescrição
e ganhar nisso, o sistema, seu condão
RA-TÁ-TÁ-TÁ
Foi mais um
ladrão?

 

Mas quem criou essa lei de cão?
Que desmerece o favelado
e roga pelo patrão
que chega no reservado
e lava a calçada com o sangue dos meus irmãos
E se não tem deste, escorrendo nas feridas da chibata,
tem nas mãos

 

E se foi mais um dia
Quem vai se importar com o futuro da menina no sinal?
Sangrando nos meios das pernas
com a boca sufocada no pau

 

E dona Maria que lava roupa sem parar no quintal
guerreando todo dia em busca do ganha pão
De longe dá pra ver a desorientação do cidadão
que no corre obrigatório pelo capital
acaba esquecendo o valor do irmão

 

Hoje eu não vou falar das rosas, não
que a familía do neguim não teve dinheiro nem pro caixão
que dirá pra delicadeza tal
que nunca foi encontrada nos seus dias de pulsação

 

 

__

Seleta e apresentação de Nina Rizzi 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D