Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O CORRESPONDENTE

O CORRESPONDENTE

05
Out17

Armínio Fraga olheiro de George Soros e governador de capitais nos paraísos das Ilhas Cayman e Curaçau

Talis Andrade

armirio-fraga-caricatura.jpg

Esse cara tem, pelo menos, duas nacionalidades.

Era um simples bancário, que o patrão, o especulador George Soros, indicou para comandar o Banco Central.

Foi assim que virou banqueiro.

 

Naturalizado norte-americano, residente em Nova Iorque, era managing director do Soros Fund Management LLC e conselheiro de investimento do Quantum Group of Funds, unidade de tráfico de moedas sediada em Curaçau (de capital aberto notadamente para serviços financeiros internacionais, refino e armazenamento de petróleo e combustível) e nas Ilhas Cayman (famoso paraíso fiscal conhecido do brasileiro em geral por Collor descansar lá depois de vencer a canseira da eleição presidencial, acompanhado da esposa e de famosa atriz da tv Globo. A Globo sempre oferece acompanhantes e amantes para os presidentes do Brasil).

 

false_protest__alexander_dubovsky.jpeg

 George Soros para se apoderar das riquezas de um país, cria falsos protestos para derrubar governos democráticos. Foi um dos patrocinadores do impeachment que derrubou Dilma Rousseff. Soros é dono da Vale do Rio Mais Do Que Doce e o maior acionista da Petrobras. Ilustracão de Alexander Dubovsky

 

 

financed_revolutions__miguel_villalba_snchez__elch

 Quando não consegue derrubar um governo, Soros financia revoluções. Ilustração de Miguel Villalba Sánchez (Elchicotriste)

 

Fraga está em campanha para o Brasil vender a Amazônia, o Aquífero Guarani, o maior do mundo, e o que resta de estatais.

 

Quantas empresas públicas brasileiras esse cara, de origem humilde, já comprou assim não mais do que de repente...?

 

Para gerar e concentrar mais lucro, conclui que o salário mínimo do brasileiro é super, super valorizado, além das possibilidades de pagamento de uma multinacional. O salário mínimo do brasileiro hoje: 252 euros ou 296 dólares. 937 reais, para 8 horas diárias, 44 horas semanais e 220 horas mensais de trabalho, podendo haver até 2 horas extras por dia. 

 

Defende o trabalho escravo por ser originário de um povo escravo - coisa de vingança. Também por nojo do povo, um asco recentemente adquirido.

 

Esse Fraga esqueceu os tempos que era assalariado. Pousa de nobre, de filho do rei Salomão, herdeiro da sabedoria e do poder, e imita Soros quando pede morte para os palestinos, e trama o holocausto dos brasileiros desempregados, moradores de rua, soldados do tráfico, quilombolas e sobreviventes indígenas.

 

Homem de muitos negócios e tenebrosos. Basta exemplificar que era candidato a ministro da fazenda de Marina Silva e Aécio Neves candidatos derrotados em 2014. Como pode ser de Temer, de Alckmin, de Dória, de Ciro e outros cotados e prováveis presidentes do Brasil como um Henrique Meireles, um general Mourão, um Jobim, um Huck de outra perdida tribo.

 

Nunca defendeu os sem teto, os sem terra, os sem nada.

Nunca intercedeu pelas 500 mil prostitutas infantis do Brasil, que a política de economistas tipo Fraga, o Armínio, ajudou a criar pela pobreza, pelo êxodo rural, pelas moradias indignas, pelo inchaço e multiplicação das favelas, pelo abandono dos pais sem tempo para os filhos, por trabalhar de sol a sol, e receber um salário de fome.

Prostitutas infantis por falta de escolas.

Prostitutas infantis pela desagregação familiar nos despejos coletivos.

Prostitutas infantis que vendem o corpo por um pedaço de pão como acontecia com as polacas que construíram o Cemitério dos Judeus do Rio de Janeiro.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D